Faculdade Mental
PENSE! - 20/01/2011

  

PENSANDO NOS PÁSSAROS

BIRDWATCHING
English:
http://ornithos.tumblr.com/
http://www2.ucsc.edu/scpbrg/
http://www.turtlebay.org/
Webcams colocam "birdwatching" na tela... Câmeras mostram in loco movimentação de aves em ninhos e locais de alimentação...
"Birdwatching" -observação de pássaros, em inglês- é uma atividade para turistas pacientes. É preciso ter calma, um bom par de binóculos e alguma sorte para conseguir observar um pássaro na natureza.
Já quem decide praticar "birdwatching" via internet precisa é de uma boa conexão banda larga e disponibilidade para procurar webcams mostrando ninhos, comedouros e outros locais onde a presença de pássaros é garantida.
Quem se interessa por pássaros brasileiros ou da América do Sul encontra uma boa opção no projeto Ornithos (http://www.ornithos.net.br/site/), que traz duas câmeras no Brasil, uma em Morretes, no Paraná, outra em Ubatuba, no Itamambuca Eco Resort, além de outra no Equador.
A versão tumblr do site (http://ornithos.tumblr.com/) é uma opção para quem tem dificuldades de visualização das câmeras na página oficial e inclui ainda uma webcam que monitora o ninho de uma espécie de beija-flor em Orange County, na Califórnia.
Um dos pássaros que mais conta com câmeras na internet é o falcão peregrino. A temporada de ficar no ninho já passou, mas no site do grupo de estudos de aves predatórias da Universidade da Califórnia (http://www2.ucsc.edu/scpbrg/) é possível acompanhar a rotina dos falcões nos últimos anos e ficar de olho para ver ao vivo a próxima temporada nos ninhos.
Outro pássaro que depende do período no ninho para ser observado de perto é a águia-americana. Nesse caso, o próprio ninho, de proporções imensas, vale uma olhada. Tente o site do Turtle Bay Exploration Park (http://www.turtlebay.org/), em Redding, na Califórnia.
Por fim, "birdwatching" na internet também demanda uma certa paciência -mas também recompensa.
Planeta@ Letra - Fonte: Folha de S.Paulo - 13/01/11.


CUIDE DO SEU BOLSO E DO PLANETA JÁ!
Faça o download gratuito no site http://www.redetres.com/.
(COLABORAÇÃO: PROFESSORA ADRIANA FILETO)


PARA CADA SACOLA RECUSADA, UM CLIQUE!
Será que precisamos de tantas sacolas feitas de plástico e outros materiais nocivos ao meio ambiente?
Clique aqui: http://planetasustentavel.abril.com.br/


O CUSTO DA IGNORÂNCIA
Em meio às tragédias da semana não faltam acusações.
Ora são as autoridades incompetentes, ora é a população temerária, ora é o contingenciamento de recursos, ora são as mudanças climáticas.
Todo mundo tem explicações para tudo; no entanto, não há um conjunto de ações coordenadas que possam afastar o fantasma das tragédias ambientais.
Há fatores macro, sistêmicos e complexos que fóruns mundiais, como as convenções recentemente realizadas em Nagoia e Cancún, estão tentando compreender, entrar em consenso e decidir sobre protocolos globais.
Mas há outros locais e comportamentos sobre os quais podemos agir já e, com isso, evitar o pior e fazer toda a diferença. Dentre esses fatores, destaco duas ignorâncias: a ambiental e a política.
Somos muito pouco alfabetizados nas questões ambientais. Não me refiro nem à ignorância inofensiva como a de não saber diferenciar uma sibipiruna de um pau-brasil.
Refiro-me à ignorância maior e imperdoável da intrínseca interdependência entre todos os sistemas e espécies da natureza. Convencionou-se que o ser humano é a espécie mais importante e a natureza deve servir às suas necessidades às expensas da comunidade da vida.
Portanto, há uma cultura de apropriação, abuso e desprezo em relação ao meio ambiente, que, somada à ignorância, faz com que o principal resultado da cultura antropocêntrica seja ameaça constante ao meio ambiente em geral e à condição humana, em particular.
Não conhecer o meio ambiente e suas dinâmicas e não se comprometer com a vida faz com que nossos aglomerados urbanos assemelhem-se a histórias de horror, palcos de tragédias sem fim e de um desânimo inconsolável quanto ao "Nosso Futuro Comum" (ver Relatório Brundtland).
Outra ignorância que mata é a política. A educação política deveria fazer parte dos currículos escolares desde a mais tenra infância.
Cidadania é a condição que define a vida em sociedade, a condição do ser político, agente da dinâmica social. No Brasil, não temos qualquer formação que dê ao aluno os saberes mais rudimentares sobre o funcionamento em sociedade, sobre direitos ou deveres.
Somos literalmente objetos de políticas publicas, hipotecamos direitos aos políticos profissionais e ignoramos nossos deveres primários.
Cremos na força do voto e paramos aí, quando o voto é só o passaporte para a cidadania e para a participação política, sua verdadeira jornada. Nossas duas ignorâncias potencializam as tragédias que nos afligem de forma crescente. Permanecemos cegos em busca de um ensaio.
Ricardo Young - Fonte: Folha de S.Paulo - 17/01/11.


CULTURA, POLÍTICA DE ESTADO
São válidos, mesmo que contraditórios, os recentes debates sobre o lugar da cultura hoje.
Cabe ao Ministério da Cultura a função de operar políticas públicas enraizadas e promissoras, tornando-se inadiável formular, ver e rever o seu percurso, selecionar questões pertinentes, absorver formas de criação e compreensão. Talvez deva mesmo situar a sua política cultural no contraponto de ação-reflexiva e reflexão-ativa.
O modelo predominante vinculava claramente estabilidade econômica e desenvolvimento. Mas o desenvolvimento já não é uma empresa de alguns, e sim um empreendimento de todos. Por isso mesmo deixou de ser operação contábil para se transformar no esforço radical de qualificação.
É preciso elaborar indicadores qualificativos, capazes de reequilibrar ou até de civilizar a voracidade dos indicadores quantitativos. A cultura perde a sua força vital toda vez que adota a economia como padrão ou referência compulsiva.
Não podemos ignorar que herdamos um pesado deficit cultural que vem de longe. A reversão desse quadro clínico desfavorável deve ser rigorosamente priorizada, o que exige a inclusão da cultura como trabalho social avançado.
É preciso incluir a fatura cultural no empenho de reprocessamento da fratura social. É verdade que o Estado não produz cultura (graças a Deus!), mas pode ter função democratizadora no estímulo, na distribuição e no consumo.
Ao Estado, consciente de ser um mediador social, igualmente voltado para a prestação de serviços públicos, cumpre: contribuir ativamente para a desobstrução dos canais de transmissão existentes e apoiar outros novos meios; formar novas plateias, implantando e ampliando auditórios formais e informais; vitaminar a procriação cultural, mediante a seleção criteriosa de projetos instauradores; e estabelecer um novo repertório de endereços e núcleos culturais.
Sobretudo, cumpre repensar a mídia eletrônica despreconceituosamente, longe dos conceitos patrimonialistas dos integristas e dos preconceitos intelectualistas das academias engessadas. Patrimônio cultural, sim; fundamentalismo, não. Indústria cultural, por que não? Sem o esvaziamento contundente da complexidade.
Tudo isso passa pelo livro, pela leitura em campo aberto, pelas bibliotecas, pelas salas de cinema e de teatro, pelo vídeo, pelos cultos diversos, pela cultura do videoclipe, pelas lonas do circo, pelas quadras e pelos terreiros, pelos estádios esportivos e assim por diante.
Passa antes pela compreensão de que cultura é coisa séria. Para começo de conversa, cultura deve ser política de Estado, mas de Estado socialmente enraizado.
Vale lembrar algumas recomendações, talvez redundantes: reforçar o orçamento do MinC; ampliar as iniciativas interministeriais; descentralizar mais as ações do ministério; reoxigenar os fundos de cultura; trabalhar as emendas parlamentares para ganhar mais musculatura financeira, longe do clientelismo e da propaganda enganosa; reforçar a compreensão federativa.
Isso sem esquecer de que fins e meios devem ser calibrados cuidadosamente. À cultura cabe alistar-se na frente comum do hoje e do amanhã, como parte integrante do processo, e ajudar a devolver a confiança no país. Ela dispõe de condições potenciais.
Eduardo Portella é escritor e professor titular emérito da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). - Fonte: Folha de S.Paulo - 18/01/11.
UFRJ - http://www.ufrj.br/


CAPITALISMO E URBANIZAÇÃO
"A crise capitalista também é de urbanização"
David Harvey é um geógrafo britânico reconhecido internacionalmente. Estudou a relação entre as crises financeiras e urbanas. Em entrevista ao jornal Página/12, ele sustenta que a sucessão de crises no sistema é alimentada, entre outras coisas, por uma febre da construção que, por sua vez, provoca crise no capitalismo em sua atual etapa hegemonizada pelas finanças. Harvey defende ainda que existe uma estreita relação entre urbanização e formação das crises. Além dos Estados Unidos, cita como exemplo a Grécia e a Espanha. Parte da explicação da crise nestes países, defende o geógrafo, está vinculado a péssimos investimentos em infraestrutura.
Natalia Aruguete.
Enquanto alguns especialistas se esmeram em alegar que crise atual é uma crise das hipotecas subprime ou é o estouro de um capitalismo que se financeirizou demais, David Harvey prefere falar de "crises urbanas", provocadas por uma febre da construção "sem importar o quê". Autor de "Breve história do neoliberalismo", Harvey não só acusa a desregulação do setor financeiro como um dos fatores que levaram ao descalabro atual, mas adverte que a supremacia do capital concentrado sobre as decisões políticas seguirá sendo um impedimento para sair da crise.
Em sua passagem por Buenos Aires, o geógrafo britânico conversou com o jornal Página/12 sobre as transformações do mercado imobiliário nas últimas décadas, a orientação que teve o investimento em infraestrutura e a consequente "acumulação por perda de posse". Frente a um modelo que não é sustentável, Harvey propõe pensar "um novo tipo de urbanização".
Reproduzimos a seguir a entrevista concedida ao Página/12:
Desde sua perspectiva como geógrafo, que conexões encontra entre urbanização e esta crise?
- Uma das coisas que eu gostaria de enfatizar é a relação entre urbanização e formação da crise. Nas décadas de 50 e 60, o capitalismo se estabilizou com uma forma de suburbanização massiva: estradas, automóveis, um estilo de vida. Uma das perguntas é se isso é sustentável no longo prazo. No sul da Califórnia e na Flórida, que são epicentros da crise, estamos vendo que este modelo de suburbanização não serve mais. Alguns querem falar da crise do subprime; eu quero falar das crises urbanas.
E o que pensa das crises urbanas?
- Na década de 80 se pensava que o Japão era uma potência e essa crença sucumbiu nos anos 90 pela crise crise dos preços da terra. Desde então, não se recuperou mais. Também existe uma preocupação nos Estados Unidos de que a crise imobiliária impeça a recuperação, apesar de todas as tentativas que vêm sendo feitas para isso. Outra questão é que a forma de uso intensivo da energia exigiria muitas extensões de terra, o que criaria um estilo de vida de lugares dispersos. Isso está estabelecendo, justamente, um novo tipo de urbanização. O que chama a atenção é que a China está copiando os EUA, o que é muito estúpido. Isso não é sustentável sob a situação de crise ambiental. Existe uma alta conexão entre desenvolvimento capitalista, crise capitalista e urbanização.
Em que medida a transformação do mercado imobiliário influiu na crise da urbanização?
- Onde as pessoas ricas colocaram seu dinheiro nos últimos 30 anos. Até os 80, colocar dinheiro na produção dava mais dinheiro que colocá-lo no negócio imobiliário. A partir dali, começou-se a pensar onde colocar o dinheiro para obter uma taxa de retorno mais alta. Os mercados imobiliários e da terra são muito interessantes: se eu invisto, o preço sobe, como o preço sobe, mais gente investe e, então, o preço segue suibindo. Em meados da década de 70, em Manhattan (Nova York), podia-se vender por 200 mil dólares um tipo de edifício que agora custa 2 milhões de dólares. Desde então, houve bolhas de diferentes tipos, que tem estourado uma a uma. Os mercados financeiros enlouqueceram nos anos 90. Se observamos a participação dos distintos setores no Produto Interno Bruto dos EUA, em 1994, o mercado acionário tinha uma participação de 50% do PIB. Em 2000, subiu para 120% e começou a cair com a crise das empresas pontocom. Enquanto que a participação do mercado imobiliário no PIB começou a crescer, e passou de 90 para 130% no mesmo período.
Qual sua opinião sobre a orientação que teve o investimento em infraestrutura nas últimas décadas?
- O capitalismo não pode funcionar sem sua infraestrutura típica: estradas, portos, edifícios e fábricas. A grande pergunta é como se constróem essas infraestruturas e em que medida contribuem para a produtividade no futuro. Nos Estados Unidos, fala-se muito de pontes que vão a lugar nenhum. Há interesses muito grandes dos lobistas da construção que querem construir não importa o quê. Podem corromper governos para fazer obras que não terão nenhuma utilidade.
Um exemplo do que descreve é o que ocorreu na Espanha, com o boom da construção...
- Uma parte da explicação da crise na Grécia e na Espanha pode ser vinculada com esses péssimos investimentos em infraestrutura. A Grécia é um caso típico também em função dos Jogos Olímpicos, que originou grandes obras de infraestrutura que agora não são usadas. Nos anos 50 e 60, a rede de estradas e autoestradas, nos EUA, foi muito importante para
a melhoria da produtividade. Algo similar se observa atualmente na China, com estradas, ferrovias e novas cidades, que nos próximos anos terão um alto impacto na produtividade.
O sr. acredita que a China está enfrentando a crise de maneira distinta da dos Estados Unidos?
- A China tem melhores condições que outros países sobretudo porque conta com grandes reservas de divisas. Os EUA têm uma grande déficit e a China um grande superávit. O outro problema nos EUA é político.
Quais são os fatores políticos que dificultam a saída da crise?
- Quem tenta construir obras de infraestrutura úteis é acusado imediatamente de "socialista", que é o que está acontecendoi com Barack Obama. Na China isso não importa porque as condições políticas são outras. O governo na China é autoritário é pode pôr as coisas em seu lugar, como bem entende. No caso dos EUA, o Congresso está dominado por grupos republicanos e democratas que manejam interesses econômicos e as condições para tomar decisões são outras.
Deduz-se então uma diferença na relação entre o poder político e o poder econômico nestes países.
- Na China, por causa da crise americana, a resposta foi fazer grandes projetos de infraestrutura imediatamente. Além disso, o governo centralizado da China tem enorme poder sobre os bancos. Deu a ordem: "Forneçam empréstimos para governos municipais e ao setor privado que vão tocar essas obras". O governo central dos EUA não pode fazer isso. Ele segue dizendo aos bancos: "Emprestem". E os bancos dizem: "Não". A China está crescendo a um ritmo de 10% depois da crise, enquanto os EUA seguem estagnados.
Quais são as falhas institucionais que levaram a essa crise?
- Desde a década de 70, houve uma ideia dominante de que a resposta era privatizar. Há muitas alternativas para que o setor público forneça melhores serviços do que o setor privado.
O sr. acredita que esta concepção também penetrou o sistema financeiro?
- Nos EUA, na década de 30, os bancos de investimentos estavam separados dos bancos comerciais. Nos últimos anos se permitiu que eles se unissem. É um caso de mudança regulatória, onde o Estado se retira do controle.
E como avalia o tipo de regulações que começaram a ser propostas a partir da crise?
- Há uma teoria chamada "captura regulatória. Ela supõe que as galinhas devem ser controladas pelas raposas. Se olhamos para as formas regulatórias propostas até agora, nos damos conta de que as raposas estão ganhando e isso ocorre porque elas controlam também o Congresso dos Estados Unidos.
- Há diferenças entre as políticas impulsionadas nos EUA e na Europa?
- Sim, há diferenças. Um dos temas que estou estudando é justamente as diferenças que existem em distintos lugares. Por exemplo, na América Latina a reação dos governos foi muito mais sensível à crise do que o que se observa nos EUA e na Europa. Na Europa, há um grande conflito entre os países maiores e os mais pequenos. A Alemanha, que por razões históricas têm uma obsessão com o tema da inflação, impõe o tema da austeridade. O triunfo de um governo conservador na Inglaterra também fortalece a ideia de austeridade. Por isso, não surpreende que a Europa esteja estagnada, enquanto a China segue crescendo forte.
Que impacto têm essas políticas de austeridade?
- A austeridade é algo totalmente errôneo. Em primeiro lugar, pelas diferenças de impacto entre classes sociais. Em geral, as classes mais baixas são as mais prejudicadas. Além disso, essas classes mais baixas, quando têm dinheiro, o gastam, enquanto que as classes altas o usam para
gerar mais dinheiro e não necessariamente para fazer coisas produtivas.
Por exemplo?
- Muitos ricos dos EUA compraram terras na América Latina. Isso provocou o aumento do preço da terra. No longo prazo, devemos pensar como é possível viver no mundo de acordo com seus recursos. Isso não significa austeridade, mas sim uma forma mais austera de viver, o que não é a mesma coisa.
Qual a diferença?
- Devemos pensar no que é que realmente necessitamos para ter uma boa vida. Muitas das coisas que pensamos do consumo são uma loucura, significam desperdiçar recursos naturais e humanos. Temos que pensar como fazemos no longo prazo para que 6,8 bilhões de pessoas possam viver, ter casa, saúde e alimento para que tenham uma vida razoável e feliz.
Tradução: Katarina Peixoto.
Fonte: Portal Carta Maior.
(Colaboração: A.M.B.)
David Harvey - http://davidharvey.org/
Carta Maior - http://www.cartamaior.com.br/templates/index.cfm


Não deixem de enviar suas mensagens através do “Fale Conosco” do site.
http://www.faculdademental.com.br/fale.php

 

editorial
cantinho do humor
coluna do canalha
eu digital
falou no FM? tá falado!
fazendo direito
formandos & formados
futebol show
manchetes da semana
marilene carolina
nossos colunistas
pense!
rapidinhas
turmas do FM
a jente herramos
fotos de eventos
trabalhos publicados
  buscar:     
fale conosco
Troque uma idéia com o Cara, Carinha e Canalha, 24 horas por dia.
histórico
“O jornal paralelo oficial dos alunos da FNH”?
créditos
Por trás de um grande site tem sempre uma grande empresa, clique e veja.
pensamentos

27/08/2017
PENSANDO NA VIDA... >>


09/04/2017
PENSANDO E PENSANDO... >>


18/02/2017
PENSANDO NO EGO... >>


30/12/2016
PENSANDO NAS ORIGENS... >>


14/10/2016
PENSE FORA DO AQUÁRIO... >>


27/08/2016
PENSANDO NAS APARÊNCIAS... >>


02/07/2016
PENSANDO NAS CRIANÇAS >>


30/04/2016
PENSE FORA DA CAIXINHA... >>


14/03/2016
PENSANDO NA FELICIDADE... >>


17/01/2016
PENSANDO NO MUNDO DE HOJE... >>


21/12/2015
PENSANDO NAS FILAS... >>


02/12/2015
PENSANDO NO PRÓXIMO... >>


25/10/2015
PENSANDO NO COLETIVO >>


20/09/2015
PENSANDO NA VIDA >>


14/06/2015
PENSANDO NO PLANETA... >>


05/06/2015
PENSANDO NAS ABELHAS >>


22/04/2015
PENSANDO NA CAPITAL... >>


25/03/2015
PENSANDO NOS CHEFES... >>


22/02/2015
PENSANDO NO FUTURO... >>


18/01/2015
PENSANDO NO FUTURO >>


11/12/2014
PENSANDO NAS APARÊNCIAS... >>


15/11/2014
PENSANDO NA ORIGINALIDADE >>


14/10/2014
PENSANDO NO FUTURO >>


17/09/2014
PENSANDO NAS ELEIÇÕES >>


31/08/2014
PENSANDO NA FILOSOFIA... >>


16/08/2014
PENSANDO NO SER HUMANO... >>


27/07/2014
PENSANDO EM VIDA... >>


13/07/2014
PENSANDO NA REDE >>


09/06/2014
PENSANDO NAS MARCAS... >>


28/05/2014
PENSANDO NA GENEROSIDADE >>


08/05/2014
PENSANDO NA HUMANIDADE >>


26/04/2014
PENSANDO NOS LIMITES... >>


09/04/2014
PENSANDO NO FIM DE SEMANA... >>


21/03/2014
PENSANDO NOS SENTIMENTOS >>


08/03/2014
PENSANDO NA EDUCAÇÃO >>


22/02/2014
PENSANDO EM POLÍTICA... >>


07/02/2014
PENSANDO NA HUMANIDADE... >>


24/01/2014
PENSANDO NOS CACHORROS... >>


10/01/2014
PENSANDO EM RESPEITO >>


24/12/2013
PENSANDO NO SOL >>


16/12/2013
PENSANDO NA VIDA... >>


07/12/2013
PENSANDO NA REDE... >>


24/11/2013
PENSANDO NA IGUALDADE >>


18/11/2013
PENSANDO NO MENSALÃO >>


03/11/2013
PENSANDO NA VIDA... >>


26/10/2013
PENSANDO NA LIDERANÇA... >>


19/10/2013
PENSANDO NA LITERATURA >>


12/10/2013
PENSANDO NAS MENINAS >>


05/10/2013
PENSANDO NO EMPREENDEDORISMO >>


25/09/2013
PENSANDO EM ARQUITETURA >>


13/09/2013
PENSANDO NAS UNIVERSIDADES >>


08/09/2013
PENSANDO NA ECONOMIA >>


31/08/2013
PENSANDO NO TRABALHO >>


24/08/2013
PENSANDO NA CENSURA... >>


17/08/2013
PENSANDO NA “EVOLUÇÃO”... >>


10/08/2013
PENSANDO NAS AVES >>


03/08/2013
PENSANDO NO MUNDO >>


20/07/2013
PENSANDO EM LIVROS >>


13/07/2013
PENSANDO NA SAÚDE >>


06/07/2013
PENSANDO EM HOMENAGENS >>


27/06/2013
PENSANDO NO ESPAÇO >>


20/06/2013
PENSANDO NA VIDA >>


13/06/2013
PENSANDO NA INTELIGÊNCIA >>


06/06/2013
PENSANDO POSITIVO... >>


30/05/2013
PENSANDO DIFERENTE >>


25/05/2013
PENSANDO NO CÉREBRO HUMANO >>


05/05/2013
PENSANDO EM ARTES >>


29/04/2013
PENSANDO EM FENÔMENOS... >>


21/04/2013
PENSANDO EM REDAÇÕES >>


12/04/2013
PENSANDO NO PRÓPRIO INTERESSE >>


06/04/2013
PENSANDO NO SONO >>


29/03/2013
PENSANDO NA DIGNIDADE >>


22/03/2013
PENSANDO NOS ALIMENTOS >>


14/03/2013
PENSANDO EM... >>


07/03/2013
PENSANDO EM PROJETOS >>


28/02/2013
PENSANDO NO CLIMA >>


22/02/2013
PENSANDO NAS LINHAS DE NAZCA >>


14/02/2013
PENSANDO NA OBESIDADE >>


07/02/2013
PENSANDO NA OBESIDADE >>


31/01/2013
PENSANDO NO PÃO NOSSO DE CADA DIA... >>


24/01/2013
PENSANDO NA REDE SOCIAL >>


19/01/2013
PENSANDO NO SUCESSO >>


13/01/2013
PENSANDO NO INTERCÂMBIO >>


04/01/2013
PENSANDO NAS BOBAGENS CIENTÍFICAS >>


27/12/2012
PENSANDO NOS TERMOS MARCANTES >>


20/12/2012
PENSANDO NA LÍNGUA >>


13/12/2012
PENSANDO NA BONDADE >>


06/12/2012
PENSANDO NO AMBIENTE >>


30/11/2012
PENSANDO EM TALENTOS >>


23/11/2012
PENSANDO NOS RELACIONAMENTOS >>


15/11/2012
PENSANDO NA POLÍTICA >>


08/11/2012
PENSANDO NO RELACIONAMENTO >>


02/11/2012
PENSANDO EM HERÓIS >>


25/10/2012
PENSANDO NO FUTURO DO DESIGN >>


18/10/2012
PENSANDO NA EDUCAÇÃO E PROTEÇÃO ESPECIAL >>


11/10/2012
PENSANDO NA CORRUPÇÃO >>


03/10/2012
PENSANDO EM PROTEÇÃO >>


26/09/2012
PENSANDO NOS LIMITES >>


20/09/2012
PENSANDO NO ÁRTICO >>


12/09/2012
PENSANDO NOS OCEANOS >>


05/09/2012
PENSANDO NOS CADEIRANTES >>


30/08/2012
PENSANDO NA SAÚDE >>


24/08/2012
PENSANDO NA LIBERDADE >>


15/08/2012
PENSANDO NA ÁGUA >>


09/08/2012
PENSANDO NA VIDA >>


05/08/2012
PENSANDO NA INFORMAÇÃO >>


30/07/2012
PENSANDO NA ABERTURA >>


21/07/2012
PENSANDO NA LEITURA >>


12/07/2012
PENSANDO NA EDUCAÇÃO >>


05/07/2012
PENSANDO NAS OLIMPÍADAS >>


28/06/2012
PENSANDO NA CORRUPÇÃO >>


21/06/2012
PENSANDO NO AMBIENTE >>


16/06/2012
PENSANDO NO TIBET >>


09/06/2012
PENSANDO NO PRÓXIMO >>


02/06/2012
PENSANDO NAS ESCOLAS RURAIS >>


25/05/2012
PENSANDO NA DEMOCRACIA >>


12/05/2012
PENSANDO NA FELICIDADE >>


03/05/2012
PENSANDO EM RESTAURANTES... >>


28/04/2012
PENSANDO NAS FRONTEIRAS DO VALOR >>


21/04/2012
PENSANDO NAS GLADIADORAS >>


14/04/2012
PENSANDO NAS PARAOLIMPÍADAS... >>


05/04/2012
PENSANDO NA MONALISA >>


31/03/2012
PENSANDO EM 2016 >>


24/03/2012
PENSANDO NOS RIOS >>


15/03/2012
PENSANDO NAS ÁGUAS DE MARÇO >>


07/03/2012
PENSANDO NA NOVA GERAÇÃO >>


29/02/2012
PENSANDO NA UNIVERSIDADE ABERTA >>


22/02/2012
PENSANDO NAS ABELHAS >>


18/02/2012
PENSANDO NO TRABALHO >>


09/02/2012
PENSANDO NA MOTIVAÇÃO >>


02/02/2012
PENSANDO NA PAZ >>


28/01/2012
PENSANDO EM CAUSAS HUMANITÁRIAS >>


19/01/2012
PENSANDO NO PLANETA >>


13/01/2012
PENSANDO NA NEUROLOGIA >>


06/01/2012
PENSANDO NA IRONIA >>


31/12/2011
PENSANDO NA HISTÓRIA >>


22/12/2011
PENSANDO NA ARTE >>


18/12/2011
PENSANDO NO FUTURO >>


11/12/2011
PENSANDO EM AULAS >>


03/12/2011
PENSANDO NO EM EQUILÍBRIO >>


26/11/2011
PENSANDO NOS TUBARÕES >>


19/11/2011
PENSANDO EM MARTE >>


13/11/2011
PENSANDO NO CLIMA >>


02/11/2011
PENSANDO NO FUTURO >>


29/10/2011
PENSANDO NA SUSTENTABILIDADE >>


22/10/2011
PENSANDO NO PONTO DE EBULIÇÃO >>


12/10/2011
PENSANDO ROSA >>


05/10/2011
PENSANDO NOS GLADIADORES >>


28/09/2011
PENSANDO EM "GÊNIOS" >>


21/09/2011
PENSANDO NA EXISTÊNCIA >>


14/09/2011
PENSANDO NA TERRA >>


07/09/2011
PENSANDO NA ARTE >>


01/09/2011
PENSANDO EM PURIFICAÇÃO >>


26/08/2011
PENSANDO NA LINGUAGEM INTERNACIONAL >>


18/08/2011
PENSANDO NO ESPAÇO >>


11/08/2011
PENSANDO NO PROFESSOR >>


04/08/2011
PENSANDO NO AMBIENTE >>


28/07/2011
PENSANDO NA MITOLOGIA >>


21/07/2011
PENSANDO NA BUROCRACIA >>


17/07/2011
PENSANDO NO LEITE MATERNO >>


10/07/2011
PENSANDO NA MISTURA DOS SENTIDOS >>


01/07/2011
PENSANDO EM SISTEMAS SOLARES >>


23/06/2011
PENSANDO NA FOME >>


16/06/2011
PENSANDO NA VIDA >>


08/06/2011
PENSANDO NA MORTE >>


02/06/2011
PENSANDO NO MEIO AMBIENTE >>


26/05/2011
PENSANDO NO DESEJO >>


19/05/2011
PENSANDO NOS INCAS >>


12/05/2011
PENSANDO NAS ARANHAS >>


05/05/2011
PENSANDO EM SUPRIMENTO DE ÁGUA >>


26/04/2011
PENSANDO NAS CRIANÇAS >>


22/04/2011
PENSANDO NAS PESSOAS >>


14/04/2011
PENSANDO NA FAMÍLIA >>


08/04/2011
PENSANDO NA VIDA >>


31/03/2011
PENSANDO EM SOLUÇÕES VERDES >>


26/03/2011
PENSANDO EM DESIGN VERDE >>


17/03/2011
PENSANDO NA FAMÍLIA >>


10/03/2011
PENSANDO NOS ELEFANTES >>


03/03/2011
PENSANDO EM CONCURSO CIENTÍFICO >>


27/02/2011
PENSANDO NO AMOR >>


17/02/2011
PENSANDO NO PENSAMENTO >>


10/02/2011
PENSANDO NO SOL >>


03/02/2011
PENSANDO EM INOVAÇÃO, CRIATIVIDADE E EXPERIMENTAÇÃO... >>


27/01/2011
PENSANDO NAS CIDADES >>


20/01/2011
PENSANDO NOS PÁSSAROS >>


13/01/2011
PENSANDO NA POPULAÇÃO MUNDIAL >>


07/01/2011
PENSANDO NO TALÃO DE CHEQUE >>


30/12/2010
PENSANDO NA COMUNIDADE CIENTÍFICA >>


21/12/2010
PENSANDO NOS MELHORES DA DÉCADA >>


16/12/2010
PENSANDO EM EDUCAÇÃO >>


09/12/2010
PENSANDO NO SOCIAL >>


02/12/2010
PENSANDO NO CLIMA >>


25/11/2010
PENSANDO EM FLORES >>


20/11/2010
PENSANDO NA CONVERVAÇÃO >>


14/11/2010
PENSANDO NA BIODIVERSIDADE >>


04/11/2010
PENSANDO NO CÉU >>


29/10/2010
PENSANDO EM MAPAS >>


21/10/2010
PENSANDO EM ESTÍMULO CEREBRAL >>


14/10/2010
PENSANDO NO CANCER DE MAMA >>


07/10/2010
PENSANDO NA ÁFRICA >>


02/10/2010
PENSANDO EM CHAMPAGNE >>


24/09/2010
PENSANDO NO MUNDO >>


17/09/2010
PENSANDO EM INOVAÇÃO >>


09/09/2010
PENSANDO NAS ATITUDES >>


01/09/2010
PENSANDO NA SOLUÇÃO >>


26/08/2010
PENSANDO NAS HORAS >>


19/08/2010
PENSANDO NOS DIREITOS HUMANOS >>


12/08/2010
PENSANDO EM ÁGUA POTÁVEL >>


05/08/2010
PENSANDO EM UNIVERSIDADE >>


03/08/2010
PENSANDO EM EVOLUÇÃO >>


22/07/2010
PENSANDO NOS JOVENS >>


15/07/2010
PENSANDO EM ECLIPSES >>


08/07/2010
PENSANDO NA FELICIDADE >>


01/07/2010
PENSANDO NA VIOLÊNCIA >>


24/06/2010
PENSANDO EM INOVAÇÃO >>


17/06/2010
PENSANDO NOS ANIMAIS >>


10/06/2010
PENSANDO NO CONSUMO VERDE >>


03/06/2010
PENSANDO EM ALTA FREQUENCIA >>


27/05/2010
PENSANDO EM PENSAMENTO >>


23/05/2010
PENSANDO NA PAZ >>


13/05/2010
PENSANDO EM ALTA DEFINIÇÃO >>


07/05/2010
PENSANDO NO FIM DE UMA ERA >>


29/04/2010
PENSANDO EM ENERGIA >>


24/04/2010
PENSANDO EM ECO COKE >>


15/04/2010
PENSANDO NA INCONFIDÊNCIA >>


08/04/2010
PENSANDO EM TRADUÇÃO >>


01/04/2010
PENSANDO EM GUERNICA >>


25/03/2010
PENSANDO EM AR PURO >>


19/03/2010
PENSANDO EM BANHO DE ÁGUA VERDE >>


11/03/2010
PENSANDO EM SOLUÇÃO NUCLEAR >>


04/03/2010
PENSANDO NAS ALTURAS >>


25/02/2010
PENSANDO EM OBSERVAÇÃO PANORÂMICA >>


18/02/2010
PENSANDO NA ECOLOGIA >>


13/02/2010
PENSANDO EM CORAGEM >>


04/02/2010
PENSANDO NO FUTURO URBANO >>


29/01/2010
PENSANDO E QUESTIONANDO >>


23/01/2010
PENSANDO NA CRIAÇÃO >>


15/01/2010
PENSANDO EM BOA AÇÃO >>


24/12/2009
PENSANDO EM RECICLAGEM >>


17/12/2009
PENSANDO NA REDUÇÃO DE PLÁSTICO NO AMBIENTE >>


10/12/2009
PENSANDO NAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS >>


03/12/2009
PENSANDO NA MEMÓRIA >>


25/11/2009
PENSANDO NOS ANIMAIS SILVESTRES >>


20/11/2009
PENSANDO NA AMAZÔNIA >>


13/11/2009
PENSANDO NO ESPAÇO >>


05/11/2009
PENSANDO NO FUTURO >>


29/10/2009
PENSANDO NO PARAÍSO SUSTENTÁVEL >>


22/10/2009
PENSANDO EM LÁGRIMAS >>


16/10/2009
PENSANDO NA MAIOR FEIRA DE LIVROS DO MUNDO >>


08/10/2009
PENSANDO NOS PROFESSORES, PARABÉNS! >>


01/10/2009
PENSANDO EM MIGRAÇÃO >>


24/09/2009
PENSANDO NOS GOLFINHOS >>


17/09/2009
DIA INTERNACIONAL DA PAZ >>


10/09/2009
PENSANDO NO COMBATE À AIDS >>


03/09/2009
PENSANDO EM BLOG POLÊMICO >>


26/08/2009
PENSANDO EM FENÔMENOS V >>


20/08/2009
PENSANDO EM FENÔMENOS IV >>


13/08/2009
PENSANDO EM FONÔMENOS III >>


06/08/2009
PENSANDO EM FONÔMENOS II >>


29/07/2009
PENSANDO EM FONÔMENOS >>


24/07/2009
2009 - ANO DA FRANÇA NO BRASIL >>


14/07/2009
PENSANDO EM RECICLAGEM >>


09/07/2009
PENSANDO EM SEGURANÇA >>


03/07/2009
PENSANDO NO UNIVERSO >>


25/06/2009
PENSANDO NO ESPAÇO >>


19/06/2009
ADESIVOS SUSTENTÁVEIS >>


11/06/2009
PENSANDO EM FOTOGRAFIA >>


04/06/2009
PENSANDO NO AMBIENTE >>


28/05/2009
PENSANDO NA PAZ CELESTIAL >>


18/05/2009
PENSANDO EM "SHIT" >>


13/05/2009
PENSANDO NO CALHAMBEQUE DO FUTURO >>


07/05/2009
PENSANDO NA ADVERSIDADE >>


01/05/2009
PENSANDO EM ARTE A PARTIR DA ELETRICIDADE >>


22/04/2009
PENSANDO NO TRABALHADOR >>


15/04/2009
PENSANDO EM TIRADENTES >>


09/04/2009
PENSANDO NOS PROBLEMAS >>


01/04/2009
PENSANDO EM AMIZADE >>


25/03/2009
PENSANDO NOS ANIMAIS >>


19/03/2009
PENSANDO NA EMOÇÃO >>


12/03/2009
PENSANDO EM SHAKESPEARE >>


04/03/2009
PENSANDO EM RELACIONAMENTO >>


25/02/2009
PENSANDO NA VIDA >>


19/02/2009
PENSANDO EM BONDADE >>


12/02/2009
PENSANDO EM MONA LISA >>


06/02/2009
PENSANDO NO CARNAVAL >>


29/01/2009
PENSANDO NOS ESTUDOS >>


22/01/2009
PENSANDO NO INUSITADO >>


15/01/2009
LUMINOSIDADE >>


04/01/2009
PENSANDO EM TATUAGEM >>


02/01/2009
PENSANDO EM CUBA >>


25/12/2008
PENSANDO EM 2009 >>


18/12/2008
SEMPRE PENSANDO >>


11/12/2008
FELIZ 2000INOVE >>


04/12/2008
PENSANDO NO VAZIO >>


29/11/2008
PENSANDO EM SOLIDARIEDADE >>


20/11/2008
PENSANDO EM REFORMAS >>


13/11/2008
AO SUCESSO >>


06/11/2008
GRANDES EMPREENDEDORES! >>


30/10/2008
TEMPLO RECICLÁVEL >>


22/10/2008
PENSANDO EM XADREZ >>


16/10/2008
PENSANDO EM LITERATURA >>


10/10/2008
ORDEM DE GRANDEZA >>


01/10/2008
ALTOS E BAIXOS >>


25/09/2008
QUEM AMA, CUIDA! E PROTEGE O PATRIMÔNIO >>


16/09/2008
PENSANDO NA TRAIÇÃO >>


09/09/2008
PENSANDO EM DISCIPLINA >>


03/09/2008
PENSANDO NAS "BARBARIDADES" DO MUNDO >>


29/08/2008
PENSANDO BEM... >>


21/08/2008
PENSANDO EM PAZ >>


15/08/2008
ROSTOS E OLHARES >>


08/08/2008
PENSE NA MURALHA >>


31/07/2008
AS OLIMPÍADAS DA CHINA >>


27/07/2008
AMEAÇAS E OPORTUNIDADES >>


14/07/2008
CLIMA SAUDÁVEL >>


06/07/2008
LIDERANÇA GLOBAL >>


03/07/2008
ENVOLVIMENTO E COMPROMETIMENTO >>


26/06/2008
CRIATIVIDADE GIGANTESCA >>


19/06/2008
ARTE PURA >>


12/06/2008
PAIXÃO: A FORÇA QUE IMPULSIONA! >>


05/06/2008
COMPETITIVIDADE >>


29/05/2008
A SUPERAÇÃO DE OBSTÁCULOS >>


23/05/2008
OBRA-PRIMA >>


15/05/2008
EXPLOSÃO DE FORMA V >>


10/05/2008
EXPLOSÃO DE FORMAS IV >>


01/05/2008
EXPLOSÃO DE FORMAS III >>


21/04/2008
EXPLOSÃO DE FORMAS II >>


16/04/2008
EXPLOSÃO DE FORMAS >>


10/04/2008
REPENSE! >>


03/04/2008
MOTIVAÇÃO ESTRELAR >>


29/03/2008
PENSANDO E SOBREVIVENDO >>


21/03/2008
QUEM CUIDA DE VOCÊ, É VOCÊ MESMO! >>


15/03/2008
CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO >>


08/03/2008
AURORA BOREAL NO ALASKA >>


01/03/2008
ADVERSIDADES E OBSTÁCULOS >>


22/02/2008
A LIDERANÇA LUNAR >>


15/02/2008
OS CAMINHOS DA ADMINISTRAÇÃO >>


07/02/2008
COOPERAÇÃO E COLABORAÇÃO >>


30/01/2008
ROMPENDO COM O PASSADO E SE PREDISPONDO A MUDAR >>


24/01/2008
NOVOS VALORES E PRINCÍPIOS >>


19/01/2008
ÉTICA, QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA! >>


12/01/2008
MELHORAR CONTINUAMENTE É PRECISO... >>


30/12/2007
COMUNICAÇÃO E SINERGIA >>


23/12/2007
CADA SER HUMANO É ÚNICO... E DEVE SER VALORIZADO A CADA ANO... >>


16/12/2007
CAPITAL HUMANO >>


10/12/2007
A VIDA VALE A PENA >>


03/12/2007
PROTESTAR, REFLETIR E PENSAR... >>


26/11/2007
ESTÁTUAS PELO MUNDO...PARA PENSAR E REFLETIR V >>


19/11/2007
ESTÁTUAS PELO MUNDO...PARA PENSAR E REFLETIR IV >>


13/11/2007
ESTÁTUAS PELO MUNDO...PARA PENSAR E REFLETIR III >>


06/11/2007
ESTÁTUAS PELO MUNDO...PARA PENSAR E REFLETIR II >>


02/11/2007
ESTÁTUAS PELO MUNDO...PARA PENSAR E REFLETIR >>


25/10/2007
É PENSAR E REFLETIR... >>


17/10/2007
ELITE BRANCA??? >>


14/10/2007
O PROFESSOR DA ARTE - PAULO AUTRAN >>


30/09/2007
FOTOS PARA PENSAR VI >>


24/09/2007
FOTOS PARA PENSAR V >>


16/09/2007
FOTOS PARA PENSAR IV >>


10/09/2007
FOTOS PARA PENSAR III - WORLD TRADE CENTER >>


02/09/2007
FOTOS PARA PENSAR II >>


27/08/2007
FOTOS PARA PENSAR I >>


20/08/2007
É PRECISO PENSAR, NEM QUE SEJA PELADO!!! >>


13/08/2007
"NESSA LONGA ESTRADA DA VIDA..." >>


08/08/2007
HIROSHIMA - 62 ANOS >>


01/08/2007
ARROGÂNCIA >>


18/07/2007
5% OU 95%? ONDE VOCÊ SE ENCAIXA? >>


13/07/2007
EQUILÍBRIO E PLANEJAMENTO... >>


03/07/2007
ENTRE O CÉU E O INFERNO? >>


29/06/2007
RICOS CRESCEM MAIS NO PAÍS QUE NO MUNDO >>


18/06/2007
PENSAR OU RELAXAR E GOZAR? >>


17/06/2007
FEIRA DO LIVRO E ENCONTRO DE LITERATURA, NINGUÉM SEGURA "ECE" PAÍS... >>


04/06/2007
O FUTURO DO NOSSO PLANETA??? >>


28/05/2007
PROTESTO CONTRA A VIOLÊNCIA >>


21/05/2007
HÁ QUE SE PENSAR MUITO... >>


14/05/2007
A IMPORTÂNCIA DA BELEZA INTERIOR >>


07/05/2007
SEJA COMPETENTE >>


01/05/2007
VAMOS PENSAR MUITO SOBRE A ATUAL VIOLÊNCIA, PESSOAL!!! >>


23/04/2007
CHOCANTE! PARA PENSAR MESMO! >>


17/04/2007
FOTO QUE POR SI SÓ FALA A VERDADE >>


07/04/2007
IDÉIAS... >>


28/03/2007
É PARA PENSAR E AGIR... >>


21/03/2007
É REALMENTE PARA PENSAR E REFLETIR... >>


13/03/2007
DE PORTAS ABERTAS PARA A REFLEXÃO... >>


07/03/2007
TEMPO, FRASES, ANÚNCIOS DE EMPREGO... >>


03/03/2007
A VIDA É UM LIVRO ABERTO >>


14/02/2007
O SOL NASCEU PARA TODOS, BASTA PENSAR!!! >>


29/01/2007
VAMOS VIVENDO, VAMOS PENSANDO, VENDO AS HORAS, QUE VÃO PASSANDO... >>


14/12/2006
MENSAGEM DO ERNANI >>


04/12/2006
VAMOS TENTAR LIDAR MELHOR COM AS PESSOAS? COMO GENTE! >>


02/12/2006
100SACIONAL - SÓ AS MELHORES DO "PENSE!" >>


13/11/2006
HOMEM DE COR >>


09/11/2006
A LOGÍSTICA PORTUÁRIA EM QUESTÃO! >>


30/10/2006
PENSANDO EM POLÍTICA E RISCO... >>


23/10/2006
A VIDA CONTINUA... >>


17/10/2006
NÃO HÁ LIMITES PARA OS NOSSOS PENSAMENTOS! NEM O DESERTO! >>


09/10/2006
REFLEXÃO! >>


01/10/2006
O PODER DO PENSAMENTO E DA REFLEXÃO! >>


25/09/2006
QUAL O SEU TAMANHO? >>


21/09/2006
DEMOCRACIA É ISSO... >>


11/09/2006
PERGUNTARAM AO DALAI LAMA... >>


04/09/2006
O PODER DO PENSAMENTO >>


29/08/2006
NÃO VAMOS SILENCIAR! >>


21/08/2006
ATENDENDO O CLIENTE COM ELEGÊNCIA >>


20/08/2006
AMIGOS OU INIMIGOS? >>


24/06/2006
QUEM NÃO SE DEDICA SE COMPLICA! >>


12/06/2006
JOHN LENNON >>


04/06/2006
PARA REFLETIR >>


27/05/2006
QUEM SOMOS NÓS? >>


20/05/2006
SE INSPIRE NA VIDA DAS ÁGUIAS >>


14/05/2006
ANO DE ELEIÇÃO >>


07/05/2006
É CURIOSO! >>


01/05/2006
LAVAGEM CEREBRAL NA SALA DE AULA >>


27/04/2006
REUNIÕES! FIQUE ESPERTO! >>


27/04/2006
PONHA OS MIOLOS PRA TRABALHAR >>


06/04/2006
Pense >>


06/04/2006
SABEDORIA >>


23/03/2006
A ARTE DE PRODUZIR CLIENTES >>