Faculdade Mental
MANCHETES DA SEMANA - 15/01/2010
  

ZILDA ARNS

MISSÃO HUMANITÁRIA
English:
http://www.care2.com/c2c/share/detail/1357605
A médica pediatra e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, morreu vítima do terremoto de 7 graus de magnitude que atingiu o Haiti dia 12 de janeiro.
Zilda estava em Porto Príncipe, capital do Haiti, para uma missão humanitária e faria uma palestra nesta quarta-feira. Segundo Rubens Arns Neumann, um dos filhos de Zilda, ela estava discursando em uma igreja no momento do terremoto. (leia íntegra da palestra abaixo).
Zilda era irmã do cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo. Em nota, ele disse que ouviu emocionado a notícia que sua "caríssima" irmã sofreu "com o bom povo do Haiti o efeito trágico do terremoto". Para o religioso, não é hora de perder a esperança.
"Que nosso Deus, em sua misericórdia, acolha no céu aqueles que na terra lutaram pelas crianças e os desamparados. Não é hora de perder a esperança", diz dom Paulo na nota.
Nascida em 1934, Zilda era representante da CNBB (Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil) e fundadora também da Pastoral da Pessoa Idosa.
Ela também era membro do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
Viúva e mãe de cinco filhos, ela era empenhada em causas ligadas ao combate à mortalidade infantil, desnutrição e violência familiar. Ela chegou a ser indicada ao prêmio Nobel da Paz em 2006 e recebeu outros diversos prêmios.
Repercussão
Políticos, líderes religiosos e entidades sociais lamentaram a morte de Zilda Arns. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva interrompeu hoje a cerimônia de lançamento de ações do governo para a Copa de 2014 para pedir um minuto de silêncio em memória das vítimas do terremoto. Ele também decretou luto de três dias no país.
Além de Lula, os governadores de São Paulo, José Serra (PSDB), de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), e do Paraná, Roberto Requião (PMDB), também decretaram luto oficial de três dias.
Em nota, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso destacou o trabalho feito por Zilda na Pastoral da Criança, que segundo ele contribuiu para reduzir as taxas de mortalidade infantil no Brasil. Para o ex-presidente, o trabalho que ela fez deve servir de exemplo e estimular "todos que desejam um Brasil melhor".
Fabiano Maisonnave/Márcio Falcão - Fonte: Folha online - 14/01/10.


PASTORAL DA CRIANÇA
http://www.pastoraldacrianca.org.br/


TRIBUTO
Deve-se a Zilda Arns, que morreu em consequência do terremoto no Haiti, a decisão de realizar em Belém (PA) o próximo encontro entre o CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) brasileiro e o Cese (Comitê Econômico e Social Europeu). Na reunião anterior, em julho, em Bruxelas, os europeus criticaram a ocupação da Amazônia. Zilda rebateu. Disse que, primeiro, eles deveriam conhecer a região, como ela fez por meio da Pastoral da Criança. Os temas da reunião, de 24 a 26 deste mês, são desenvolvimento sustentável e mudanças climáticas. Haverá visita a pontos da floresta amazônica e palestra sobre povos indígenas.
Mônica Bergamo - Fonte: Folha de S.Paulo - 14/01/10.


MEMÓRIA
Uma das principais divergências de Zilda Arns com o governo Lula ocorreu logo após a eleição de 2002, quando do lançamento do Fome Zero. Ela criticava a distribuição de cupons prevista no programa porque eles "poderiam levar à corrupção".
À época, Zilda sugeriu: "É melhor dar diretamente o dinheiro às mulheres, que têm uma inteligência difusa maior". Dois anos depois, o decreto que criou o Bolsa Família ordenou que o titular do cartão deve ser preferencialmente a mulher.
Sílvio Navarro - Fonte: Folha de S.Paulo - 14/01/10.


TRAGÉDIA COMO EXEMPLO
Em qualquer país do mundo, uma tragédia como a que atingiu o Haiti, nesta terça-feira, não teria como deixar de provocar reações de extrema consternação e prontas iniciativas de solidariedade internacional.
Parece haver, entretanto, uma contingência de particular crueldade no fato de o terremoto, de grande intensidade, ter ocorrido no país mais pobre das Américas, que em 2008 fora castigado por uma sequência de tempestades tropicais, da qual resultou cerca de um milhão de desabrigados.
Com um total de 9 milhões de habitantes, o Haiti tem uma renda per capita anual de US$ 1.300, que corresponde a um terço da registrada na Bolívia. O analfabetismo atinge 45% dos adultos; o índice de mortalidade infantil, de 49 crianças por mil nascidas vivas, é duas vezes maior do que a média brasileira.
Não bastasse isso, a política haitiana foi varrida pela violência civil na primeira metade desta década. A intervenção das forças da ONU, a partir de 2004, vinha recentemente trazendo alguma estabilidade ao país.
O desastre no Haiti concerne de modo especial o Brasil, que assumiu papel preponderante nos esforços internacionais de pacificação e reconstrução daquele país.
Em meio à precariedade das informações até agora, confirma-se a morte de mais de uma dezena de militares brasileiros.
Ao lado dessas vítimas -sacrificadas, para honra do país, durante uma missão de paz-, lamenta-se igualmente a perda de Zilda Arns, médica brasileira cuja atuação na luta contra a pobreza e a mortalidade infantil, à frente da Pastoral da Criança, adquiriu amplo reconhecimento mundial.
Da cidade de Florestópolis (PR), onde iniciou seu trabalho em 1982 (diminuindo, em um ano, de 12,8% para 2,7% o índice de mortalidade infantil), estendeu a 2 milhões de crianças e 80 mil gestantes o número de beneficiados pelo programa no Brasil. O modelo da Pastoral da Criança foi seguido internacionalmente. Assim como fizera em vários países, Zilda Arns visitava o Haiti para levar, de viva voz, sua experiência e sua mensagem.
Aos 75 anos, morreu sem desistir do propósito, certamente distante, mas não impossível, de vencer a miséria e tornar mais digna a vida humana.
Diante de mais essa tragédia, num país que não cessa de lutar contra o próprio destino, cabe sem dúvida guardar seu exemplo: o de não ceder ao desespero, e recomeçar, ainda uma vez, o trabalho da reconstrução. Ao Brasil cabe participar, com os recursos materiais e humanos de que já dispõe, dos esforços internacionais nesse sentido.
Editoriais - Fonte: Folha de S.Paulo - 14/01/10.


NOBEL DA PAZ BRASILEIRO
Zilda Arns foi o que todas nós, ou muitas de nós, gostaríamos de ser ou de ter sido: uma mulher de infinita dedicação às suas crianças, à sua gente, ao seu país e ao seu mundo.
Ela morreu como viveu: chacoalhando em desconfortáveis jipes militares, aos 75 anos, numa guerra contra a pobreza, a sujeira, a ignorância. A favor da vida. Morreu para que tantos outros vivessem no pequeno Haiti, o mais miserável país da América Latina, quase um encrave da África pobre na região.
Médica, especializada em educação física e pediatria, coordenadora da Pastoral da Criança da CNBB, Zilda foi indicada três vezes pelo Brasil para o Prêmio Nobel da Paz.
Merecia, e seria uma honra para cada um de nós. Mas ela não era só brasileira, era do mundo.
Suas soluções simples, baratas e enormemente eficazes cruzaram fronteiras e foram salvar vidas em 15, 20 países pobres da América Latina e da África. Coisas assim como lavar as mãos, tomar banho, aproveitar os alimentos até o último detalhe. Quem não leu sobre macerar cascas de ovos para adicionar cálcio à alimentação de pobres? Quem não sabe da mistura caseira para salvar crianças de desnutrição e desidratação?
Sua história e seus ideais se confundem com os de um ícone mundial, que foi Madre Tereza de Calcutá. Mas Zilda não era freira, não usava hábito e dedicou sua vida à vida alheia, mantendo-se bonita, vaidosa, imensamente feminina. Não interpretou um papel. Era apenas ela mesma em ação.
Se Zilda Arns tivesse morrido de uma doença qualquer, de um acidente qualquer, mesmo assim sua morte teria imensa repercussão e geraria uma tristeza nacional. Quis o destino, ou a sua saga, que ela morresse no Haiti, num terremoto.
Torna-se, portanto, uma personagem única, cercado por símbolos e exemplos que deixam marcas, rastros. Zilda, definitivamente, não passou pela vida em vão.
Eliane Cantanhêde - Fonte: Folha de S.Paulo - 14/01/10.


ZILDA ARNS, A MÃE DO BRASIL
Pode-se repetir que ninguém é insubstituível, mas a dra. Zilda Arns, vítima do terremoto que arruinou o Haiti, era, sim, uma pessoa imprescindível. Nela mostrava-se imperceptível a distância entre intenções e ações. Formada em medicina e movida por profundo espírito evangélico -era irmã do cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo-, fundou a Pastoral da Criança, alarmada com o alto índice de mortalidade infantil no Brasil.
Em iniciativas de voluntariado podem-se mapear dois tipos de pessoas: as que, primeiro, agem, põem o bloco na rua e depois buscam os recursos, e as que se enredam no cipoal das fontes financiadoras e jamais passam da utopia à topia.
Zilda Arns arregaçou as mangas e, inspirada na pedagogia de Paulo Freire, encontrou, primeiro, recursos humanos capazes de mobilizar milhares de pessoas em prol da drástica redução da mortalidade infantil: mães e pais das crianças de 0 a seis anos atendidas pela pastoral transformados em agentes multiplicadores.
Ela, sim, fez o milagre da multiplicação dos pães, ou seja, da vida. Aonde chega a Pastoral da Criança, o índice de mortalidade infantil cai, no primeiro ano, no mínimo 20%. Seu método de atenção às gestantes pobres e às crianças desnutridas tornou-se paradigma mundial, adotado hoje em vários países da América Latina e da África. Por essa razão, ela estava no Haiti, onde pagou com a morte sua dedicação em salvar vidas.
Trabalhamos juntos no Fome Zero.
No lançamento do programa, em 2003, ela discordou de exigir dos beneficiários comprovantes de gastos em alimentos, de modo a garantir que o dinheiro não se destinasse a outras compras. Oded Grajew e eu a apoiamos: ressaltamos que apresentar comprovantes não era relevante, valia como forma de verificar resultados. Haveria que confiar na palavra dos beneficiários.
Em março de 2004, no momento em que o governo trocava o Fome Zero pelo Bolsa Família, ela me convocou a Curitiba, sede da Pastoral da Criança. Em reunião com José Tubino, da FAO, e dom Aloysio Penna, arcebispo de Botucatu (SP), que representava a CNBB, debatemos as mudanças na área social do governo. Expus as tensões internas na área social, sobretudo a decisão de acabar com os comitês gestores, pelos quais a sociedade civil atuava na gestão pública.
Zilda Arns temia que o Bolsa Família priorizasse a mera transferência de renda, submetendo-se à orientação que propõe tratar a pobreza com políticas compensatórias, sem tocar nas estruturas que promovem e asseguram a desigualdade social.
Acreditava que as políticas sociais do governo só teriam êxito consolidado se combinassem políticas de transferência de renda e mudanças estruturantes, ações emergenciais e educativas, como qualificação profissional.
Dias após a reunião, ela publicou, neste espaço da Folha, o artigo "Fôlego para o Fome Zero", no qual frisava que a política social "não deve estar sujeita à política econômica. É hora de mudar esse paradigma. É a política econômica que deve estar sujeita ao combate à fome e à miséria".
E alertava: "Erradicar os comitês gestores seria um grave erro, por destruir uma capilaridade popular que fortalece o empoderamento da sociedade civil; (...) por reforçar o poder de prefeitos e vereadores que nem sempre primam pela ética e pela lisura no trato com os recursos públicos. O governo não deve temer a parceria da sociedade civil, representada pelos comitês gestores".
O apelo da mãe da Pastoral da Criança não foi ouvido. Os comitês gestores foram erradicados e, assim, a participação da sociedade civil nas políticas sociais do governo. Apesar de tudo, o ministro Patrus Ananias logrou aprimorar o Bolsa Família e o índice de redução da miséria absoluta no país, conforme dados recentes do Ipea. Falta encontrar a porta de saída aos beneficiários, de modo a produzirem a própria renda.
Zilda Arns nos deixa, de herança, o exemplo de que é possível mudar o perfil de uma sociedade com ações comunitárias, voluntárias, da sociedade civil, ainda que o poder público e a iniciativa privada permaneçam indiferentes ou adotem simulacros de responsabilidade social.
Se milhares de jovens e adultos brasileiros sobreviveram às condições de pobreza em que nasceram, devem isso em especial à dra. Zilda Arns, que merece, sem exagero, o titulo perene de mãe da pátria.
Carlos Alberto Libânio Christo, o Frei Betto (http://www.freibetto.org/), 65, frade dominicano, é assessor de movimentos sociais e escritor, autor de "A Mosca Azul - Reflexão sobre o Poder" (Rocco), entre outros livros. Foi assessor especial da Presidência da República (2003-2004). - Fonte: Folha de S.Paulo - 14/01/10.


ÍNTEGRA DA PALESTRA
Agradeço o honroso convite que me foi feito. Quero manifestar minha grande alegria por estar aqui com todos vocês em Porto Príncipe, Haiti, para participar da assembleia de religiosos.
Como irmã de dois franciscanos e de três irmãs da Congregação das Irmãs Escolares de Nossa Senhora, estou muito feliz entre todos vocês. Dou graças a Deus por este momento.
Na realidade, todos nós estamos aqui, neste encontro, porque sentimos dentro de nós um forte chamado para difundir ao mundo a boa notícia de Jesus. A boa notícia, transformada em ações concretas, é luz e esperança na conquista da Paz nas famílias e nas nações. A construção da paz começa no coração das pessoas e tem seu fundamento no amor, que tem suas raízes na gestação e na primeira infância, e se transforma em fraternidade e responsabilidade social.
A paz é uma conquista coletiva. Tem lugar quando encorajamos as pessoas, quando promovemos os valores culturais e éticos, as atitudes e práticas da busca do bem comum, que aprendemos com nosso mestre Jesus: "Eu vim para que todos tenham vida e a tenha em abundância" (Jo 10.10).
Espera-se que os agentes sociais continuem, além das referências éticas e morais de nossa Igreja, ser como ela, mestres em orientar as famílias e comunidades, especialmente na área da saúde, educação e direitos humanos. Deste modo, podemos formar a massa crítica das comunidades cristãs e de outras religiões, em favor da proteção da criança desde a concepção, e mais excepcionalmente até os seis anos, e do adolescente. Devemos nos esforçar para que nossos legisladores elaborem leis e os governos executem políticas públicas que incentivem a qualidade da educação integral das crianças e saúde, como prioridade absoluta.
O povo seguiu Jesus porque ele tinha palavras de esperança. Assim, nós somos chamados para anunciar as experiências positivas e os caminhos que levam as comunidades, famílias e pais a serem mais justos e fraternos.
Como discípulos e missionários, convidados a evangelizar, sabemos que força propulsora da transformação social está na prática do maior de todos os mandamentos da Lei de Deus: o amor, expressado na solidariedade fraterna, capaz de mover montanhas: "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos" significa trabalhar pela inclusão social, fruto da Justiça; significa não ter preconceitos, aplicar nossos melhores talentos em favor da vida plena, prioritariamente daqueles que mais necessitam. Somar esforços para alcançar os objetivos, servir com humildade e misericórdia, sem perder a própria identidade. Todo esse caminho necessita de comunicação constante para iluminar, animar, fortalecer e democratizar nossa missão de fé e vida. Cremos que esta transformação social exige um investimento máximo de esforços para o desenvolvimento integral das crianças. Este desenvolvimento começa quanto a criança se encontra ainda no ventre sagrado da sua mãe. As crianças, quando estão bem cuidadas, são sementes de paz e esperança. Não existe ser humano mais perfeito, mais justo, mais solidário e sem preconceitos que as crianças.
Não é por nada que disse Jesus: "... se vocês não ficarem iguais a estas crianças, não entrará no Reino dos Céus" (MT 18,3). E "deixem que as crianças venham a mim, pois deles é o Reino dos Céus" (Lc 18, 16).
Hoje vou compartilhar com vocês uma verdadeira história de amor e inspiração divina, um sonho que se fez realidade. Como ocorreu com os discípulos de Emaús (Lc 24, 13-35), "Jesus caminhava todo o tempo com eles. Ele foi reconhecido a partir do pão, símbolo da vida." Em outra passagem, quando o barco no Mar da Galileia estava prestes a afundar sob violentas ondas, ali estava Jesus com eles, para acalmar a tormenta. (Mc 4, 35-41).
Com alegria vou contar o que "eu vi e o que tenho testemunhado" a mais de 26 anos desde a fundação da Pastoral da Criança, em setembro de 1983.
Aquilo que era uma semente, que começou na cidade de Florestópolis, Estado do Paraná, no Brasil, se converteu no Organismo de Ação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, presente em 42 mil comunidades pobres e nas 7.000 paróquias de todas as Dioceses da Brasil.
Por força da solidariedade fraterna, uma rede de 260 mil voluntários, dos quais 141 mil são líderes que vivem em comunidades pobres, 92% são mulheres, e participam permanentemente da construção de um mundo melhor, mais justo e mais fraterno, em serviço da vida e da esperança. Cada voluntário dedica em média 24 horas ao mês a esta missão transformadora de educar as mães e famílias pobres, compartilhar o pão da fraternidade e gerar conhecimentos para a transformação social.
O objetivo da Pastoral da Criança é reduzir as causas da desnutrição e a mortalidade infantil, promover o desenvolvimento integral das crianças, desde sua concepção até o seis anos de idade. A primeira infância é uma etapa decisiva para a saúde, a educação, a consolidação dos valores culturais, o cultivo da fé e da cidadania com profundas repercussões por toda a vida.
Um pouco de história:
Sou a 12ª de 13 irmãos, cinco deles são religiosos. Três irmãs religiosas e dois sacerdotes franciscanos. Um deles é D. Paulo Evaristo, o Cardel Arns, Arcebispo emérito de São Paulo, conhecido por sua luta em favor dos direitos humanos, principalmente durante os vinte anos da ditadura militar do Brasil.
Em maio de 1982, ao voltar de uma reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, D. Paulo me chamou pelo telefone a noite. Naquela reunião, James Grant, então diretor executivo da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), falou com insistência sobre o soro oral. Considerado como o maior avanço da medicina no século passado, esse soro era capaz de salvar da morte milhões de crianças que poderiam morrer por desidratação devido a diarreia, uma das principais causas da mortalidade infantil no Brasil e no mundo. James Grant conseguiu convencer a D. Paulo para que motivasse a Igreja Católica a ensinar as mães a preparar e administrar o soro oral. Isto podia salvar milhares de vidas.
Viúva fazia cinco anos, eu estava, naquela noite história, reunida com os cinco filhos, entre os nove e dezenove anos, quando recebi a chamada telefônica do meu irmão D. Paulo. Ele me contou o que havia passado e me pediu para refletir sobre ele. Como tornar realidade a proposta da Igreja de ajudar a reduzir a morte das crianças? Eu me senti feliz diante deste novo desafio. Era o que mais desejava: educar as mães e famílias para que soubessem cuidar melhor de seus filhos!
Creio que Deus, de certo modo, havia me preparado para esta missão. Baseada na minha experiência como médica pediatra e especialista em saúde pública e nos muitos anos de direção dos serviços públicos de saúde materna-infantil, compreendi que, além de melhorar a qualidade dos serviços públicos e facilitar às mães e crianças o acesso a eles, o que mais falta fazia às mães pobres era o conhecimento e a solidariedade fraterna, para que pudessem colocar em prática algumas medidas básicas simples e capazes de salvar seus filhos da desnutrição e da morte, como por exemplo a educação alimentar e nutricional para as grávidas e seus filhos, a amamentação materna, as vacinas, o soro caseiro, o controle nutricional, além dos conhecimentos sobre sinais e sintomas de algumas doenças respiratórias e como as prevenir.
Me vem a mente então a metodologia que utilizou Jesus para saciar a fome de 5.000 homens, sem contar as mulheres e as crianças. Era noite e tinham fome. Os discípulos disseram a Jesus que o melhor era que deixassem suas casa, mas Jesus ordenou: "Dai-lhes vós de comer". O apóstolo Felipe disse a Jesus que não tinham dinheiro para comprar comida para tanta gente. André, irmão de Simão, sinalou a uma criança que tinha dois peixes e cinco pães. E Jesus mandou que se sentassem em grupos de cinquenta a cem pessoas (em pequenas comunidades). Então pensei: Por que morrem milhões de crianças por motivos que podem facilmente ser prevenidos? O que faz com que eles se tornem criminosos e violentos na adolescência?
Recordei o inicio da minha carreira, quando me desafiei a querer diminuir a mortalidade infantil e a desnutrição. Vieram a minha mente milhares de mães que trocaram o leite materno pela mamadeira diluída em água suja. Outras mães que não vacinam seus filhos, quando não havia ainda cesta básica no Centro de Saúde. Outras mães que limpavam o nariz de todos os seus filhos com o mesmo pano, ou pegavam seus filhos e os humilhavam quando faziam xixi na cama. E ainda mais triste, quando o pai chegava em casa bêbado. Ao ouvir o grito de fome e carinho de seus filhos, os venciam mesmo quando eram muito pequenos. Sabe-se, segundo resultados de pesquisas da OMS (Organização Mundial da Saúde), cuja publicação acompanhei em 1994, que as crianças maltratadas antes de um ano de idade têm uma tendência significativa para violência, e com frequência fazem crimes antes dos 25 anos.
A Igreja, que somos todos nós, que devíamos fazer?
Tive a seguridade de seguir a metodologia de Jesus: organizara as pessoas em pequenas comunidades; identificar líderes, famílias com grávidas e crianças menores de seis anos. Os líderes que se dispusessem a trabalhar voluntariamente nessa missão de salvar vidas, seriam capacitados, no espírito da fé e vida, e preparados técnica e cientificamente, em ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania. Seriam acompanhados em seu trabalho para que não se desanimassem. Teriam a missão de compartilhar com as famílias a solidariedade fraterna, o amor, os conhecimentos sobre os cuidados com as grávidas e as crianças, para que estes sejam saudáveis e felizes. Assim como Jesus ordenou que considerassem se todos estavam saciados, tínhamos que implantar um sistema de informações, com alguns indicadores de fácil compressão, inclusive para líderes analfabetos ou de baixa escolaridade. E vi diante de mim muitos gestos de sabedoria e amor apreendidos com o povo.
Senti que ali estava a metodologia comunitária, pois podia se desenvolver em grande escala pelas dioceses, paróquias e comunidades. Não somente para salvar vidas de crianças, mas também para construir um mundo mais justo e fraterno. Seria a missão do "Bom Pastor", que estão atentos a todas as ovelhas, mas dando prioridade àquelas que mais necessitam. Os pobres e os excluídos.
Naquela maravilhosa noite, desenhei no papel uma comunidade pobre, onde identifique famílias com grávidas e filhos menores de seis anos e lideres comunitários, tanto católicos como de outras confissões e culturas, para levar adiante ações de maneira ecumênica, pois Jesus veio par que "todos tenham Vida e Vida em abundância" (João 10,10). Isto é o que precisa ser feito aqui no Haiti: fazer um mapa das comunidades pobres, identificar as crianças menores de 6 anos e suas famílias e lideres comunitários que desejam trabalhar voluntariamente.
Desde a primeira experiência, a Pastoral da Criança cultivou a metodologia de Jesus, que é aplicada em grande escala. No Brasil, em mais de 40 mil comunidades, de 7.000 paróquias de todas as 272 diocese e preladias. Está se estendendo a 20 países. Estes são, na América Latina e no Caribe: Argentina, Bolívia, Colômbia, Paraguai, Uruguai, Peru, Venezuela, Guatemala, Panamá, República Dominicana, Haiti, Honduras, Costa Rica e México; na África: Angola, Guiné-Bissau, Guiné Conakry e Moçambique e na Ásia: Filipinas e Timor Leste.
Para organizar melhor e compartilhar as informações e a solidariedade fraterna entre as mães e famílias vizinhas, as ações se baseiam em três estratégias de educação e comunicação: individual, de grupo e de massas. A Pastoral da Criança utiliza simultaneamente as três formas de comunicação para reforçar a mensagem, motivar e promover mudanças de conduta, fortalecendo as famílias com informações sobre como cuidar dos filhos, promovendo a solidariedade fraterna.
A educação e comunicação individual se fazem através da 'Visita Domiciliar Mensal nas famílias' com grávidas e filhos. Os líderes acompanham as famílias vizinhas nas comunidades mais pobres, nas áreas urbanas e rurais, nas aldeias indígenas e nos quilombos, e nas áreas ribeirinhas do Amazonas. Atravessam rios e mares, sobem e descem montes de encostas íngremes, caminham léguas, para ouvir os clamores das mães e famílias, para educar e fortalecer a paz, a fé e os conhecimentos. Trocam ideias sobre saúde e educação das crianças e das grávidas; ensinam e aprendem.
Com muita confiança e ternura, fortalecem o tecido social das comunidade, o que leva a inclusão social.
Motivados pela Campanha Mundial patrocinadas pela ONU (Organização das Nações Unidas), em 1999, com o tema "Uma vida sem violência é um direito nosso", a Pastoral da Criança incorporou uma ação permanente de prevenção da violência com o lema "A Paz começa em casa". Utilizou como uma das estratégias de comunicação a distribuição de seis milhões de folhetos com "10 Mandamentos para alcançar a paz na família", debatíamos nas comunidades e nas escolas, do norte ao sul do país.
As visitas, entre tantas outras ações, servem para promover a amamentação materna, uma escola de dialogo e compartilhar, principalmente quando se dá como alimento exclusivo até os seis meses e se continua dando como alimento preferencial além do um ano, inclusive além dos dois anos, complementarmente com outros alimentos saudáveis. A sucção adapta os músculos e ossos para uma boa dicção, uma melhor respiração e uma arcada dentária mais saudável. O carinho da mãe acariciando a cabeça do bebe melhora a conexão dos neurônios. A psicomotricidade da criança que mama no peito é mais avançada. Tanto é assim que se senta, anda e fala mais rápido, aprende melhor na escola. É fator essencial para o desenvolvimento afetivo e proteção da saúde dos bebês, para toda a vida. A solidariedade desponta, promovida pelas horas de contato direto com a mãe. Durante a visita domiciliar, a educação das mulheres e de seus familiares eleva a autoestima, estimula os cuidados pessoais e os cuidados com as crianças. Com esta educação das famílias se promove a inclusão social.
A educação e a comunicação grupal têm lugar cada em cada mês em milhares de comunidades. Esse é o Dia da Celebração da Vida. Momento dedicado ao fortalecimento da fé e da amizade entre famílias. Além do controle nutricional, estão os brinquedos e as brincadeiras com as crianças e a orientação sobre a cidadania. Neste dia as mães compartilham práticas de aproveitamento adequado de alimentos da região de baixo custo e alto valor nutritivo. As frutas, folhas verdes, sementes e talos, que muitas vezes não são valorizados pelas famílias.
Outra oportunidade de formação de grupo é a Reunião Mensal de Reflexão e Evolução dos líderes da comunidade. O objetivo principal desta reunião é discutir e estabelecer soluções para os problemas encontrados.
Essas ações integram o sistema de informação da Pastoral da Criança para poder acompanhar os esforços realizados e seus resultados através de Indicadores. A desnutrição foi controlada. De mais de 50% de desnutridos no começo, hoje está em 3,1%. A mortalidade infantil foi drasticamente reduzida e hoje está em 13 mortos por mil nascidos vivos nas comunidades com Pastoral da Criança. O índice nacional é 2,33, mas se sabe que as mortes em comunidades pobres, onde estão a Pastoral da Criança, é maior que é na média geral. Em 1982, a mortalidade infantil no Brasil foi 82,8 mil nascidos vivos. Estes resultados têm servido de base para conquistar entidades, como o Ministério da Saúde, Unicef, Banco HSBC, e outras empresas. Elas nos apoiam nas capacitações e em todas as atividades básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania. O custo criança/mês é de menos de US$ 1.
Em relação à educação e à comunicação de massas apresentará três experiências concretas de como a comunicação é um instrumento de defesa dos direitos da infância.
Materiais impressos
O material impresso foi concebido especificamente para ajudar a formação do líder da Pastoral da Criança. Os instrutores e os multiplicadores servem como ferramenta de trabalho na tarefa de guiar as famílias e comunidades sobre questões de saúde, nutrição, educação e cidadania. Além do Guia da Pastoral da Criança, se colocou em marcha publicações como o Manual do Facilitador, Brinquedos e Jogos, Comida e as Hortas Familiares, alfabetização de jovens e adultos e mobilização social.
O jornal da Pastoral da Criança, com tiragem mensal de cerca de 280 mil, ou seja 3 milhões e 300 mil exemplares por ano, chega a todos os líderes da Pastoral da Criança. É uma ferramenta para a formação continua.
O Boletim Dicas abarca questões relacionadas com a saúde e a educação para cidadania. Este especialmente concebido para os coordenadores e capacitadores da Pastoral da Criança. Cada publicação chega a 7.000 coordenadores.
Para ajudar na vigilância das mulheres grávidas, a Pastoral da Criança criou os laços de amor, cartões com conselhos sobre a gravidez e um partos saudável.
Outros materiais impressos de grande impacto social é o folheto com os 10 mandamentos para a Paz na Família, 12 milhões de folhetos foram distribuídos nos últimos anos.
Além desses materiais impressos, se envia para as comunidades da Pastoral da Criança material para o trabalho de pesagem das crianças, objetos como balanças e também colheres de medir para a reidratarão oral e sacos de brinquedos para as crianças brincarem no dia da celebração da vida.
Material de som e vídeo
Outra área em que a Pastoral da Criança produz materiais é de som e a produção de filmes educativos. O Show ao vivo da Rádio da Vida, produzido e gravado no estúdio da Pastoral da Criança, chega a milhões de ouvintes em todo Brasil. Com os temas de saúde, de educação na primeira infância e a transformação social, o programa de rádio Viva a Vida se transmite semanalmente 3.740 vezes. Estamos "no ar", de 2.310 horas semanais em todo Brasil. Além disso, o Programa Viva a Vida também se executa em vários tipos de sistemas de som de CD e aparados nas reuniões de grupo.
A Pastoral da Criança também produz filmes educativos para melhorar e dar conhecimento de seu trabalho nas bases. Atualmente há 12 títulos produzidos que sem ocupam na prevenção da violência contra as crianças, comida saudável, na gravidez, e na participação dos Conselhos Municipais de Saúde, na preservação da AIDS e outros.
Campanhas
A Pastoral da Infância realiza e colabora em várias campanhas para melhorar a qualidade de vida das mulheres grávidas, famílias e crianças. Estes são alguns exemplos:
a. Campanhas de sais de reidratação oral
b. Campanha de Certidão de Nascimento: a falta de informação, a distância dos cartórios e a burocracia fazem com que as pessoas fiquem sem certidões de nascimentos.
b. Campanha de Certidão de Nascimento: a falta de informação, a distância dos escritórios e a burocracia fazem com que as pessoas fiquem sem uma certidão de nascimento. A mobilização nacional para o registro civil de nascimento, que une o Estado brasileiro e a sociedade, [busca] garantir a cada cidadão de pleno direito o nome e os direitos.
c. Campanha para promover o aleitamento materno: o leite materno é um alimento perfeito que Deus colocou à disposição nos primeiros anos de vida.
Permanentemente, a Pastoral da Criança promove o aleitamento materno exclusivo até os seis meses e, em seguida, continuar, com outros alimentos. Isso protege contra doenças, desenvolve melhor e fortalece a criança.
d. Campanha de prevenção da tuberculose, pneumonia e hanseníase: as três doenças continuam a afetar muitas crianças e adultos em nosso país. A Pastoral da Criança prepara materiais específicos de comunicação para educar o público sobre sintomas, tratamento e meios de prevenção destas doenças.
e. Campanha de Saneamento: o acesso à água potável e o tratamento de águas residuais contribuem para a redução da mortalidade infantil. A Pastoral da Criança, em colaboração com outros organismos, mobiliza a comunidade para a demanda por tais serviços a governos locais e usa os meios ao seu dispor para divulgar informações relacionadas ao saneamento.
f. Campanha de HIV/Aids e Sífilis: o teste do HIV/Aids e sífilis durante o pré-natal permite a redução de 25% para 1% do risco de transmissão para o bebê. A Pastoral da Criança apoia a campanha nacional para o diagnóstico precoce destas doenças.
g. Campanha para a Prevenção da morte súbita de bebês "Dormir de barriga para cima é mais seguro": Com a finalidade de alertar sobre os riscos e evitar até 70% das mortes súbitas na infância, a Pastoral da Criança lançou esta grande campanha dirigida às famílias para que coloquem seus bebês para dormir de barriga para cima.
h. Campanha de Prevenção do Abuso Infantil: Com esta campanha, a Pastoral da Criança esclarece as famílias e a sociedade sobre a importância da prevenção da violência, espancamentos e abuso sexual. Esta campanha inclui a distribuição de folheto com os dez mandamentos para a paz na família, como um incentivo para manter as crianças em uma atmosfera de paz e harmonia.
i. Campanha - 20 de novembro, dia de oração e de ação para as crianças: A Pastoral da Criança participa dos esforços globais para a assistência integral e proteção a crianças e adolescentes, em colaboração com a Rede Mundial de Religiões para a Infância (GNRC).
Em dezembro de 2009, completei 50 anos como médica e, antes de 2002, confesso que nunca tinha ouvido falar em qualquer programa da Unicef ou da Organização Mundial de Saúde (OMS), ou de outra agência da Organização das Nações Unidas (ONU), que estimulasse a espiritualidade como um componente do desenvolvimento pessoal. Como um dos membros da delegação do Brasil na Assembleia das Nações Unidas em 2002, que reuniu 186 países, em favor da infância, tive a satisfação de ouvir a definição final sobre o desenvolvimento da criança, que inclui o seu "desenvolvimento físico, social, mental, espiritual e cognitivo". Este foi um avanço, e vem ao encontro do processo de formação e comunicação que fazemos na Pastoral da Criança. Neste processo, vê-se a pessoa de maneira completa e integrada em sua relação pessoal com o próximo, com o ambiente e com Deus.
Estou convencida de que a solução da maioria dos problemas sociais está relacionada com a redução urgente das desigualdades sociais, com a eliminação da corrupção, a promoção da justiça social, o acesso à saúde e à educação de qualidade, ajuda mútua financeira e técnica entre as nações, para a preservação e restauração do meio ambiente. Como destaca o recente documento do papa Bento 16, "Caritas in veritate" (Caridade na verdade), "a natureza é um dom de Deus, e precisa ser usada com responsabilidade." O mundo está despertando para os sinais do aquecimento global, que se manifesta nos desastres naturais, mais intensos e frequentes. A grande crise econômica demonstrou a inter-relação entre os países.
Para não sucumbir, exige-se uma solidariedade entre as nações. É a solidariedade e a fraternidade aquilo de que o mundo precisa mais para sobreviver e encontrar o caminho da paz.
Final
Desde a sua fundação, a Pastoral da Criança investe na formação dos voluntários e no acompanhamento de crianças e mulheres grávidas, na família e na comunidade.
Atualmente, existem 1.985.347 crianças, 108.342 mulheres grávidas de 1.553.717 famílias. Sua metodologia comunitária e seus resultados, assim como sua participação na promoção de políticas públicas com a presença em Conselhos de Saúde, Direitos da Criança e do Adolescente e em outros conselhos levaram a mudanças profundas no país, melhorando os indicadores sociais e econômicos. Os resultados do trabalho voluntário, com a mística do amor a Deus e ao próximo, em linha com nossa mãe terra, que a todos deve alimentar, nossos irmãos, os frutos e as flores, nossos rios, lagos, mares, florestas e animais. Tudo isso nos mostra como a sociedade organizada pode ser protagonista de sua transformação. Neste espírito, ao fortalecer os laços que ligam a comunidade, podemos encontrar as soluções para os graves problemas sociais que afetam as famílias pobres.
Como os pássaros, que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de predadores, ameaças e perigos, e mais perto de Deus, deveríamos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protegê-los.
Muito Obrigada!
Que Deus esteja convosco!
Dra. Zilda Arns Neumann
Médica pediatra e especialista em Saúde Pública
Fundadora e Coordenadora da Pastoral da Criança Internacional
Coordenadora Nacional da Pastoral da Pessoa Idosa


Não deixem de enviar suas mensagens através do “Fale Conosco” do site.
http://www.faculdademental.com.br/fale.php

 

editorial
cantinho do humor
coluna do canalha
eu digital
falou no FM? tá falado!
fazendo direito
formandos & formados
futebol show
manchetes da semana
marilene carolina
nossos colunistas
pense!
rapidinhas
turmas do FM
a jente herramos
fotos de eventos
trabalhos publicados
  buscar:     
fale conosco
Troque uma idéia com o Cara, Carinha e Canalha, 24 horas por dia.
histórico
“O jornal paralelo oficial dos alunos da FNH”?
créditos
Por trás de um grande site tem sempre uma grande empresa, clique e veja.
manchetes

09/04/2017
FELIZ PÁSCOA! >>


18/02/2017
SOCIEDADE CRIMINOSA... >>


30/12/2016
AS PALAVRAS TÊM PODER... >>


23/10/2016
WRITING EVOLUTION >>


11/09/2016
A CARTOMANTE... >>


02/07/2016
EXISTENCIALISMO... >>


30/04/2016
FOCO NO PROBLEMA??? >>


16/03/2016
MÃE NATUREZA... >>


29/01/2016
O MUNDO DE HOJE >>


19/12/2015
MATEMÁTICALEGO... >>


08/12/2015
O MUNDO DAS SELFIES >>


24/10/2015
HALLOWEEN!!! >>


06/09/2015
MR. BEAN 25 ANOS... >>


12/07/2015
EXOPLANETAS >>


16/05/2015
HOW-OLD... >>


16/04/2015
O PREÇO DE UM ENCONTRO >>


30/03/2015
SEMANA SANTA >>


07/03/2015
DIA INTERNACIONAL DA MULHER >>


22/02/2015
CRUDO ECUADOR >>


18/01/2015
SÃO PAULO 461 >>


11/12/2014
ÁRVORE DE NATAL NO RIO >>


13/11/2014
CHEFES SÃO VICIADOS EM REDES SOCIAIS >>


14/10/2014
ENQUANTO ISSO NA CHINA... >>


17/09/2014
O SENHOR PROPINA... (MR. KICKBACK) >>


31/08/2014
A PARÁBOLA >>


16/08/2014
ORQUESTRA JUVENIL DA BAHIA >>


27/07/2014
DESIGNERS... >>


13/07/2014
A COMPARAÇÃO >>


09/06/2014
CARA FEIA É MAIS LEMBRADA >>


29/05/2014
UNIVERSIDADES... >>


08/05/2014
“SELFIE” DE RADIOLOGISTA... >>


23/04/2014
WORLD BEER CUP >>


12/04/2014
TATU-BOLA >>


21/03/2014
DIA MUNDIAL DA ÁGUA >>


08/03/2014
PARABÉNS, MULHERES!!! >>


23/02/2014
CARNAVAL... >>


07/02/2014
A PIOR SENHA... >>


24/01/2014
AS PRISÕES NO BRASIL >>


16/01/2014
RECICLAGEM NO BANHO... >>


24/12/2013
BRASIL 2014 >>


15/12/2013
FRANCISCO >>


06/12/2013
NELSON MANDELA >>


24/11/2013
PAPAI NOEL... >>


18/11/2013
20 DE NOVEMBRO >>


03/11/2013
PROJETOS BRASILEIROS >>


26/10/2013
NEGÓCIOS... >>


19/10/2013
BEER SOMMELIER >>


12/10/2013
15 DE OUTUBRO – PROFESSOR >>


05/10/2013
A MARCA MAIS VALIOSA DO MUNDO >>


25/09/2013
SEMANA NACIONAL... >>


13/09/2013
VIVA O ROCK!!! >>


08/09/2013
ADMINISTRADOR! >>


31/08/2013
COBERTURA VEGETAL >>


24/08/2013
CERVEJA SEM RESSACA??? >>


17/08/2013
COMÉDIA “CEARENCÊS”... >>


10/08/2013
CHUVA DE METEOROS >>


29/07/2013
29 DE JULHO >>


20/07/2013
MANDELA DAY >>


13/07/2013
HOMEM DO ANO >>


06/07/2013
OS MELHORES RESTAURANTES E BARES DE SÃO PAULO >>


27/06/2013
ATLAS DO CÉREBRO EM 3D >>


20/06/2013
IMAGEM DA SEMANA >>


13/06/2013
WORLD DAY AGAINST CHILD LABOUR >>


06/06/2013
RANKING DE UNIVERSIDADES >>


30/05/2013
WORLD NO TOBACCO DAY 2013 >>


15/05/2013
LIBERDADE >>


05/05/2013
TEATRO NO BRASIL >>


29/04/2013
LULA LÁ... >>


21/04/2013
JOAQUIM BARBOSA >>


12/04/2013
ISSO AQUI OH OH... >>


06/04/2013
O PROTESTO >>


29/03/2013
SEMANA SANTA >>


22/03/2013
PRÊMIO PRITZKER 2013 >>


14/03/2013
PRÊMIO LAUREUS 2013 >>


07/03/2013
8 DE MARÇO >>


28/02/2013
CANETA 3D >>


22/02/2013
A FOTO DO ANO >>


14/02/2013
CARNAVAL É PRA PULAR... >>


07/02/2013
CARNAVAL 2013 >>


31/01/2013
PRÉ-CARNAVAL >>


24/01/2013
VIVA SÃO PAULO! >>


19/01/2013
O DESPERDÍCIO >>


13/01/2013
O SOL >>


04/01/2013
MANCHETE DAS FÉRIAS DE VERÃO >>


27/12/2012
FELIZ ANO-NOVO >>


20/12/2012
É NATAL!!! >>


13/12/2012
BH 115 ANOS >>


06/12/2012
ONDE NASCER EM 2013 >>


30/11/2012
JOAQUIM BARBOSA >>


23/11/2012
PLANETA “ERRANTE” >>


15/11/2012
"JUST A PERFECT DAY: DEVELOPING A HAPPINESS OPTIMIZED DAY SCHEDULE" >>


08/11/2012
CITY PROSPERITY INDEX >>


02/11/2012
DIVERSIFICAÇÃO DE ESPÉCIES >>


25/10/2012
BONDINHO CENTENÁRIO >>


18/10/2012
HISTÓRIA VIVA >>


11/10/2012
DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO >>


03/10/2012
OUTUBRO ROSA >>


26/09/2012
IG NOBEL >>


20/09/2012
FOTO DA SEMANA – AVES “FURAM” O MAR >>


12/09/2012
COMPETITIVIDADE >>


05/09/2012
O DIA DA AMAZÔNIA >>


30/08/2012
ARTE NO SURFE >>


24/08/2012
JOGOS PARALÍMPICOS >>


15/08/2012
IMAGENS DE MARTE >>


09/08/2012
10 DE AGOSTO - O CENTENÁRIO >>


05/08/2012
AS 5 MELHORES IMAGENS >>


30/07/2012
AS OLIMPÍADAS >>


21/07/2012
SIMPLESMENTE GUGA >>


12/07/2012
A “OLA” PERFEITA >>


05/07/2012
UGGIE – A PATADA >>


28/06/2012
PRESERVAÇÃO DE LÍNGUAS >>


21/06/2012
IMAGEM DA SEMANA >>


16/06/2012
SELOS DO BRASIL >>


09/06/2012
UM PONTINHO NO SOL >>


02/06/2012
FENÔMENO ORBITAL >>


25/05/2012
UM EXEMPLO >>


12/05/2012
A UNIVERSIDADE... >>


03/05/2012
MASCOTE DA NASA >>


28/04/2012
A MELHOR FOTO DE NOTÍCIA URGENTE >>


21/04/2012
A ESTRELA >>


14/04/2012
OS CIENTISTAS... >>


05/04/2012
SEXTA-FEIRA SANTA >>


31/03/2012
A MOSTRA >>


24/03/2012
OS PLANETAS DE MARÇO >>


15/03/2012
BOB, O GATO >>


07/03/2012
UMA DAS MAIORES TORRES DO MUNDO >>


29/02/2012
SETE NOVAS MARAVILHAS DO MUNDO >>


22/02/2012
YOUTUBE/MOVIES >>


18/02/2012
A MELHOR FOTO DO ANO >>


09/02/2012
VISUALIZATION CHALLENGE! >>


02/02/2012
PERSPECTIVAS FEMININAS >>


28/01/2012
CALENDÁRIO ROMANO 2012 >>


19/01/2012
FACULDADE PARA MOÇAS DA ÁFRICA DO SUL >>


13/01/2012
NEANDERTAL ERA TÃO ESPERTO QUANTO O HOMO SAPIENS >>


06/01/2012
BALLET DE SANTA TERESA >>


31/12/2011
MODA VERDE >>


22/12/2011
ÁRVORES DE NATAL... >>


18/12/2011
TIME: PERSON OF THE YEAR >>


11/12/2011
A "MANJEDOURA"... >>


03/12/2011
AS MOEDAS DA OLIMPÍADA 2012 >>


26/11/2011
NEW SEVEN WONDERS >>


19/11/2011
O GRANDE CRIADOR >>


13/11/2011
YÉTI >>


02/11/2011
A FOTO DO ANO! >>


29/10/2011
CAPELA SISTINA >>


22/10/2011
MAPA TOPOGRÁFICO >>


12/10/2011
DIA DA CRIANÇA >>


05/10/2011
INVENÇÕES ABSURDAS >>


28/09/2011
POR UM MUNDO MELHOR >>


21/09/2011
AS MULHERES DA LÍBIA... >>


14/09/2011
O MOINHO ILUMINADO >>


07/09/2011
OS MAIS LEGAIS DO MUNDO >>


01/09/2011
O PLANETA >>


25/08/2011
COW PARADE >>


18/08/2011
CHARLES DARWIN >>


11/08/2011
O MUSEU >>


04/08/2011
A MINIATURA >>


28/07/2011
ORQUESTRA QUEBRA TABU >>


21/07/2011
COGUMELOS ILUMINADOS >>


17/07/2011
MÚSICA EMBAIXO D'ÁGUA >>


10/07/2011
JOGOS MUNDIAIS MILITARES >>


01/07/2011
OBRAS DE ARTE >>


23/06/2011
O PROTESTO >>


16/06/2011
TABELA PERIÓDICA >>


08/06/2011
A ARCA DE NÓE >>


02/06/2011
A INTELIGÊNCIA É UM LIXO >>


26/05/2011
PLANKING >>


19/05/2011
DIPLOMA EM PÉ >>


12/05/2011
ALEGRIA COLETIVA >>


05/05/2011
WORLD WISH DAY >>


26/04/2011
CÉREBRO >>


22/04/2011
STUDIO X IN RIO >>


14/04/2011
YURI GAGÁRIN >>


08/04/2011
MARTE >>


31/03/2011
SUPER LUA >>


26/03/2011
A VISITA >>


17/03/2011
OS BILIONÁRIOS >>


10/03/2011
OSCAR ARARIPE >>


03/03/2011
ARTISTA DO ANO - HARVARD >>


27/02/2011
NÚCLEO DA TERRA >>


17/02/2011
EGITO >>


10/02/2011
"BRASIL DISSECADO" >>


03/02/2011
PARCERIA PARA PESQUISA >>


27/01/2011
FELIZ ANIVERSÁRIO, SAMPA >>


20/01/2011
O FIM DO BARULHO DO "MOTORZINHO" >>


13/01/2011
CALCULADORA ONLINE >>


07/01/2011
RIO 2016 >>


30/12/2010
FELIZ ANO ANO >>


21/12/2010
LUZES DO NATAL NO BRASIL >>


16/12/2010
PAPAI NOEL >>


09/12/2010
ÁRVORE DE NATAL DA LAGOA >>


02/12/2010
10 DEZEMBRO - DIA DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM >>


25/11/2010
O PRIMEIRO CARTÃO DE NATAL DO MUNDO... >>


20/11/2010
PRÊMIO TOP EDUCAÇÃO 2010 >>


14/11/2010
O PARQUE TEMÁTICO >>


04/11/2010
PRÓTESE FLEXÍVEL >>


29/10/2010
PRÊMIO AO ARTISTA DE RUA >>


21/10/2010
JOINT CONFERENCE >>


14/10/2010
A PAZ >>


07/10/2010
PRÊMIO NOBEL >>


02/10/2010
LULA >>


25/09/2010
DIA MUNDIAL SEM CARRO >>


17/09/2010
DEMOCRACIA ELETRÔNICA NO BRASIL >>


09/09/2010
INDEPENDÊNCIA OU MORTE >>


01/09/2010
THE BRAZIL SERIES >>


26/08/2010
O TAMANHO DAS COISAS... >>


19/08/2010
PRÊMIO PARA QUEM SALVAR O MUNDO >>


12/08/2010
CRABZILLA >>


05/08/2010
CAMPEONATO MUNDIAL DE SAUNA >>


29/07/2010
MAPA FLORESTAL >>


22/07/2010
OVO OU GALINHA? >>


15/07/2010
BRAZIL >>


08/07/2010
O UNIVERSO >>


01/07/2010
AMERICAN DOLLAR >>


24/06/2010
COMISSÃO INTERNACIONAL DA BALEIA >>


17/06/2010
17 DE JUNHO >>


10/06/2010
THE BRAZILIAN VALENTINE'S DAY >>


03/06/2010
DIA MUNDIAL SEM TABACO >>


27/05/2010
CORPUS CHRISTI >>


23/05/2010
O ÚLTIMO BAILE >>


13/05/2010
BRASIL!!! >>


07/05/2010
O DIA DAS MÃES >>


29/04/2010
A CARTA DE PERO VAZ DE CAMINHA >>


24/04/2010
LIVROS... DIREITOS... AUTORES... >>


15/04/2010
CINQUENTONA >>


09/04/2010
DIA MUNDIAL DA ATIVIDADE FÍSICA >>


01/04/2010
A PÁSCOA >>


25/03/2010
DIA MUNDIAL DO TEATRO >>


19/03/2010
DIA MUNDIAL DA FLORESTA >>


11/03/2010
MULHERES PARA SEMPRE... >>


04/03/2010
MULHERES >>


25/02/2010
CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2010 >>


18/02/2010
AS CAMPEÂS DO CARNAVAL... >>


13/02/2010
É CARNAVAL... NESSE DIA NINGUÉM CHORA... >>


04/02/2010
É CARNAVAL... >>


29/01/2010
27 DE JANEIRO DE 1926 - A PRIMEIRA TV >>


23/01/2010
ANIVERSÁRIO DE SÃO PAULO >>


15/01/2010
ZILDA ARNS >>


24/12/2009
REVEILLON >>


17/12/2009
A MAIOR ÁRVORE DE NATAL DO MUNDO >>


10/12/2009
ASSINATURAS PARA SALVAR O PLANETA >>


03/12/2009
DIA INTERNACIONAL DO VOLUNTÁRIO >>


25/11/2009
FESTIVAL DE PRESÉPIOS >>


20/11/2009
FÓRUM MUNDIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA >>


13/11/2009
O MELHOR ESTADISTA? >>


05/11/2009
9 DE NOVEMBRO - A QUEDA DO MURO - 20 ANOS >>


29/10/2009
HALLOWEEN DAY >>


22/10/2009
7ª BIENAL DO MERCOSUL >>


16/10/2009
A PRIMEIRA MULHER EM ECONOMIA >>


08/10/2009
NOSSA SENHORA APARECIDA >>


01/10/2009
DIA MUNDIAL DOS ANIMAIS - 04 DE OUTUBRO >>


24/09/2009
SOCIALMENTE RESPONSÁVEL >>


17/09/2009
21 DE SETEMBRO - DIA DA ÁRVORE >>


10/09/2009
NEW YORK - 12 DE SETEMBRO DE 1609 >>


03/09/2009
O DIA DO ADMINISTRADOR - 9 DE SETEMBRO >>


26/08/2009
30 ANOS DE ANISTIA >>


20/08/2009
22 DE AGOSTO - DIA DO FOLCLORE >>


13/08/2009
PAZ, AMOR E ROCK'N ROLL >>


06/08/2009
PAI, UMA INSTITUIÇÃO >>


29/07/2009
EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO >>


24/07/2009
AMIGO E AMIZADE, DE MÃOS DADAS >>


14/07/2009
40 ANOS DE CONQUISTA DA LUA >>


09/07/2009
9 DE JULHO >>


03/07/2009
4 DE JULHO >>


25/06/2009
A LUTA CONTRA AS DROGAS >>


19/06/2009
ELEIÇÕES NO IRÃ >>


11/06/2009
14 DE JUNHO - DIA MUNDIAL DO DOADOR DE SANGUE >>


04/06/2009
O DIA DOS NAMORADOS >>


28/05/2009
AS FESTAS JUNINAS >>


18/05/2009
O TELÉGRAFO >>


13/05/2009
FELIZ ANIVERSÁRIO FM! >>


07/05/2009
LEIS E FAMÍLIAS >>


01/05/2009
DIA MUNDIAL DA DANÇA >>


22/04/2009
O ANIVERSÁRIO DA CAPITAL >>


15/04/2009
EARTH DAY 2009 - APRIL 22 >>


09/04/2009
HAPPY EASTER 2009 >>


01/04/2009
A SEMANA SANTA >>


25/03/2009
31 DE MARÇO - TORRE EIFFEL >>


19/03/2009
DIA INTERNACIONAL CONTRA A DISCRIMINAÇÃO RACIAL >>


12/03/2009
15/03 - DIA MUNDIAL DO CONSUMIDOR >>


05/03/2009
50 ANOS DE BARBIE >>


25/02/2009
OSCAR MILIONÁRIO >>


19/02/2009
100% CARNAVAL >>


12/02/2009
É CARNAVAL!!! >>


06/02/2009
CARMEN MIRANDA >>


29/01/2009
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL >>


22/01/2009
A POSSE DE OBAMA - O PRIMEIRO >>


15/01/2009
MARINHEIRO POPEYE >>


04/01/2009
TRÊS REIS >>


02/01/2009
ANO NOVO, VELHOS PROTESTOS! >>


25/12/2008
ANO NOVO, VIDA NOVA... >>


18/12/2008
É NATAL! >>


11/12/2008
DIA DO PALHAÇO >>


04/12/2008
PARABÉNS, BH! >>


29/11/2008
THANKSGIVING >>


20/11/2008
DIA INTERNACIONAL DE NÃO COMPRAR NADA >>


13/11/2008
INTERNATIONAL STUDENT'S DAY >>


06/11/2008
OBAMA >>


30/10/2008
O DIA DO SACI >>


22/10/2008
O PAI DA AVIAÇÃO >>


16/10/2008
O DIA DO PROFESSOR >>


10/10/2008
O DIA DAS CRIANÇAS >>


01/10/2008
CRISE FINANCEIRA >>


25/09/2008
O TRÂNSITO >>


16/09/2008
DIA DA ÁRVORE >>


09/09/2008
O MENOR JORNAL >>


04/09/2008
186 DE INDEPENDÊNCIA >>


28/08/2008
TODO DIA ERA DIA DE ÍNDIO >>


21/08/2008
19 DE AGOSTO - DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA >>


15/08/2008
ESTUDAR É PRECISO... >>


07/08/2008
DIA DOS PAIS >>


31/07/2008
CAPOEIRA - A ARTE MARCIAL BRASILEIRA >>


27/07/2008
ESCREVER É UMA ARTE >>


14/07/2008
AMIZADE LUNAR >>


06/07/2008
50 ANOS DE BOSSA NOVA >>


03/07/2008
MAIS UM RECORDE DO FM >>


26/06/2008
O CABOCLO >>


19/06/2008
FESTA JUNINA >>


12/06/2008
100 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA >>


05/06/2008
O DIA DOS NAMORADOS >>


29/05/2008
DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA >>


23/05/2008
BARRIGA >>


15/05/2008
FACULDADE MENTAL 4 ANOS >>


10/05/2008
ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA - 13 DE MAIO >>


02/05/2008
DIA DAS MÃES >>


21/04/2008
VAMOS AO TRABALHO... >>


16/04/2008
O DIA DO NOSSO PLANETA >>


10/04/2008
DIA DE TIRADENTES >>


03/04/2008
07 DE ABRIL - DIA MUNDIAL DA SAÚDE >>


29/03/2008
O DIA DA MENTIRA >>


21/03/2008
FACULDADE MENTAL, A MARCA >>


15/03/2008
A PÁSCOA >>


08/03/2008
RELAÇÕES INTERNACIONAIS >>


01/03/2008
DIA INTERNACIONAL DA MULHER >>


22/02/2008
DESEJOS DE UM POVO >>


15/02/2008
VOLTA ÀS AULAS >>


07/02/2008
É BEIJA-FLOR! >>


30/01/2008
O CARNAVAL CHEGOU... >>


24/01/2008
CARNAVAL... >>


18/01/2008
O CARNAVAL ESTÁ CHEGANDO... E A BANDA MOLE TAMBÉM... >>


12/01/2008
LIBERTAÇÃO DE REFÉNS DA FARC >>


30/12/2007
RÉVEILLON >>


23/12/2007
FESTA PARA O ANO NOVO >>


16/12/2007
O NATAL >>


10/12/2007
FELIZ ANIVERSÁRIO, ENVELHEÇO NA CIDADE... >>


03/12/2007
FELIZ ANIVERSÁRIO BELO HORIZONTE - 110 ANOS >>


26/11/2007
E DEZEMBRO CHEGOU...12/12 É "NIVER" DE BEAGÁ... >>


19/11/2007
BH É POP...BEAGÁ É ROCK... >>


13/11/2007
NÃO VAMOS DAR BANDEIRA... >>


06/11/2007
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA >>


29/10/2007
COPA 2014 >>


25/10/2007
A GRANDEZA DA DEMOCRACIA... >>


18/10/2007
RACISMO, VÍRUS DA ARROGÂNCIA... >>


14/10/2007
AND THE OSCAR GOES TO: CRIANÇAS, PROFESSORES... >>


30/09/2007
5O ANOS DE ERA ESPACIAL... >>


24/09/2007
MOVIMENTO NACIONAL "ÉTICA JÁ" >>


16/09/2007
MANCHETES ESCANDALOSAS... >>


10/09/2007
PARABÉNS, ADMINISTRADOR!!! >>


07/09/2007
7 DE SETEMBRO >>


27/08/2007
III KALOURADA FACULDADE MENTAL/KIWI/NOVA SCHIN >>


24/08/2007
III KALOURADA FACULDADE MENTAL/KIWI/NOVA SCHIN >>


15/08/2007
MOMENTOS HISTÓRICOS >>


12/08/2007
PIA PARA PÉS EM UNIVERSIDADE DOS USA >>


03/08/2007
DIA DOS PAIS >>


29/07/2007
FACULDADE MENTAL SEMPRE PRESENTE, INCLUSIVE NO PAN DO RIO - OLODUM BRASILLLLLLLLL >>


12/07/2007
ABERTURA DO PAN E O DIA DO CALOURO... >>


03/07/2007
ACONTECEU! VIROU MANCHETE NO FM! >>


29/06/2007
A CACHAÇA MINEIRA É A MELHOR DO BRASIL >>


18/06/2007
NOVOS PAINÉIS NOS AEROPORTOS BRASILEIROS >>


11/06/2007
1º ARRAÍA DA UNIDADE BARREIRO...D.A.G. TOTAL >>


04/06/2007
05 DE JUNHO - DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA >>


28/05/2007
2000 >>


21/05/2007
O FRIO >>


14/05/2007
MARKÃO, FACULDADE MENTAL E KIWI >>


07/05/2007
PAPA E O SANTO BRASILEIRO >>


01/05/2007
A PROMOÇÃO """EU VOU""" NO MOTEL FOREST HILLS CONTINUA QUENTE! JÁ MANDOU SUA MENSAGEM? >>


30/04/2007
MAIS DE 1.800 ACESSOS... >>


17/04/2007
O BAILE! >>


08/04/2007
A MISS É MINEIRA!!! O BAILE VAI SER DE GALA!!! >>


29/03/2007
HAJA MANCHETE... >>


21/03/2007
FEIJOADA, KALOURADA, BAILE... >>


13/03/2007
1° FEIJOADA "AMIGOS DO FACULDADE MENTAL" >>


06/03/2007
HOMENAGENS MERECIDAS! >>


26/02/2007
PARABÉNS GIOVANNA! PARABÉNS MULHERES! 08/03 DIA INTERNACIONAL DA MULHER >>


22/02/2007
CARNAVAL BRASIL 2007 >>


10/02/2007
PARABÉNS FACULDE! >>


14/12/2006
DESEJOS DE FELIZ NATAL E ANO NOVO - 8 IDIOMAS DIFERENTES >>


06/12/2006
ANIVERSÁRIO TRIPLO! PARABÉNS + PARABÉNS + PARABÉNS. >>


25/11/2006
100SACIONAL - SÓ AS MELHORES MANCHETES DA SEMANA >>


14/11/2006
EVOLUÇÃO CONTÍNUA! >>


08/11/2006
AI AI AI TÁ CHEGANDO A HORA! >>


31/10/2006
VAMOS APLAUDIR! >>


23/10/2006
TÁ CHEGANDO A HORA... >>


18/10/2006
VOAR...VOAR...VOAR... >>


10/10/2006
SEMPRE EM FRENTE! >>


01/10/2006
VESTIBULAR FNH E NIVER DO ALFREDÃO >>


26/09/2006
EMPRESA JUNIOR >>


23/09/2006
HAJA MANCHETES! >>


14/09/2006
"NIVER DO CARA...QUER DIZER DO ZEZINHO - 13/09/06" >>


09/09/2006
LULA DIZ TER 'DUPLA PERSONALIDADE' EM ELEIÇÃO >>


30/08/2006
TÁ TODO MUNDO "PLUTÃO"! >>


26/08/2006
OB CHEIROSO >>


20/08/2006
Na volta as aulas o FM novamente estava “Sempre Presente” >>


27/06/2006
CAMISETAS DO FM >>


17/06/2006
VAMOS ESCREVER GALERA! >>


05/06/2006
Só para não ficar dúvidas >>


28/05/2006
BLITZ 98 FM NA FESTA DE ANIVERSÁRIO DO "FACULDADE MENTAL" >>


20/05/2006
OS PROBLEMAS DO BRASIL? >>


17/05/2006
"NOITE DE AUTÓGRAFO" >>


07/05/2006
MAMÃE! MAMÃE! MAMÃE! >>


30/04/2006
SANDÁLIAS DA HUMILDADE! >>


28/04/2006
MUSA KIWI 2006 >>


27/04/2006
BAILE DA FNH 2006 >>


06/04/2006
Manchetes da semana >>


06/04/2006
OLHA O BAILE AÍ GENTE!!!! >>


20/04/2006
VAMOS PARTICIPAR GENTE!!! >>